segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Sabor de derrota

Com Barradão lotado, Vitória e Corinthians não saem do empate. Resultado não foi bom para nenhum dos dois times

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

04/11/2013 - O público foi digno para um grande espetáculo. Só faltou calibrar o pé e os gols acontecerem. No fim, apenas um gol para cada lado e o resultado não agradou a ninguém. Vitória e Corinthians se enfrentaram pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro e empataram por 1 a 1, neste domingo (3), no Barradão. Guilherme fez para o Timão e Dinei igualou o placar para os rubro-negros.

O resultado foi péssimo, principalmente, para o Vitória, que ainda postula uma vaga no G-4 e, por isso, contava com o triunfo. O time baiano é o sétimo colocado com 48 pontos, empatado com o Atlético-MG, porém, perdendo no critério saldo de gols. O Leão está a cinco pontos do grupo de classificação para a Libertadores. Já o Corinthians segue sua campanha irregular e é o 12º com 42. O Timão é o dono da quarta pior campanha do returno, com apenas 12 pontos em 13 partidas.

Na próxima rodada, o Corinthians recebe o desesperado Fluminense na Fonte Luminosa, em Araraquara, no domingo (10), às 19h30. O Vitória joga mais cedo e contra outro time que luta contra a degola: a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas, no mesmo dia, às 17h.

Foto: Divulgação/Site oficial do EC Vitória


Primeiro tempo fraco

O cenário se mostrava perfeito para um bom jogo de futebol. Campo lotado, mais de 36 mil torcedores; Rubro-negros eram maioria, mas os corintianos não deixaram por menos. Só a atuação que não agradou. O Vitória tinha o controle do meio de campo, com toques de bola, mas sem efetividade. A bola não chegava em Dinei, o homem gol do time baiano, que lutava sozinho contra a forte e consistente defesa paulistana.

O Corinthians era quem levava mais perigo à defesa baiana. Se a defesa estava bem consistente, o ataque abusava da condição de perder gols. A grande jogada era pela direita de ataque com Romarinho, que se aventurava nas costas do lateral esquerdo Juan, mas nenhuma oportunidade era bem concluída, deixando o placar zerado na primeira etapa.

O futebol melhorou e os gols saíram

Diferente do primeiro tempo, os dois times melhoraram suas atuações e o que faltou na etapa inicial, aconteceu e logo nos primeiros minutos do segundo tempo. Aos sete, Douglas cobrou escanteio e Romarinho cabeceou, exigindo grande defesa de Wilson. Na sobra, Guilherme empurrou para as redes. O gol dos visitantes fez com que Ney Franco alterasse o Vitória duas vezes, tirando Marcelo e Renato Cajá, e colocando William Henrique e Euller.

Pouco depois, Marquinhos tabelou com Juan, chegou à linha de fundo e cruzou para Dinei completar para o gol, quando eram decorridos 15 minutos. Depois, fez a vez de Tite alterar o Corinthians. Sacou Romarinho e Renato Augusto, e promoveu as entradas de Alexandre Pato e Danilo. A partir daí, a partida ficou aberta e com os dois times muito ligados, buscando o ataque a todo momento.

Pato, por duas vezes, teve chances de marcar, mas errou o alvo. O Vitória respondeu com Escudero no cruzamento e Renato Santos apareceu livre para tocar para o gol, mas vacilou na conclusão. Com o passar do tempo e o caminho para o final da partida, o jogo foi caindo de produção e as duas equipes demonstrando contentamento com o resultado de empate.

Ficha do jogo:

Vitória 1 x 1 Corinthians 

VITÓRIA:
Wilson; Ayrton, Renato Santos, Luiz Gustavo e Juan (Tarracha); Marcelo (William Henrique), Luis Cáceres, Renato Cajá (Euller), Marquinhos e Escudero; Dinei.
Técnico: Ney Franco

CORINTHIANS:
Walter; Edenílson, Paulo André, Gil e Alessandro; Ralf, Guilherme, Douglas, Romarinho (Alexandre Pato) e Renato Augusto (Danilo); Emerson.
Técnico: Tite

Motivo: 32ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador, Bahia
Público: 36.181 torcedores
Renda: R$619.015
Data: 03/11/2013
Horário: 17h

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima-RS
Auxiliares: Carlos Jorge da Rocha-AL e Ricardo Bezerra Chianca-PE

Cartões amarelos: Juan e Renato Santos (VIT); Romarinho e Douglas (COR)

Gols: Guilherme, aos sete, e Dinei, aos 15 minutos do segundo tempo

***

32ª rodada: 
Sábado (2), às 19h30: 
Vasco 2x1 Coritiba 
21h: 
Domingo (3), às 17h: 
Vitória 1x1 Corinthians 
19h30: 
Criciúma 1x1 Ponte Preta

Classificação:
1º - Cruzeiro - 68 pontos
2º - Atlético-PR - 55 pontos
3º - Grêmio - 54 pontos
4º - Botafogo - 53 pontos
5º - Goiás - 52 pontos
6º - Atlético-MG - 48 pontos, 13 vitórias e 9 gols de saldo
7º - Vitória - 48 pontos, 13 vitórias e 1 gol de saldo
8º - São Paulo - 46 pontos 
9º - Santos - 44 pontos, 11 vitórias e 7 gols de saldo
10º - Flamengo - 44 pontos, 11 vitórias e 1 gol de saldo
11º - Internacional - 42 pontos e 10 vitórias
12º - Corinthians - 42 pontos e 9 vitórias
13º - Coritiba - 40 pontos 
14º - Portuguesa - 39 pontos 
15º - Bahia - 38 pontos
16º - Fluminense - 36 pontos, 9 vitórias e -6 gols de saldo 
17º - Vasco - 36 pontos, 9 vitórias e -9 gols de saldo 
18º - Ponte Preta - 34 pontos 
19º - Criciúma - 33 pontos
20º - Náutico - 17 pontos

0 comentários :

Postar um comentário