segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Olho neles!

Após três jogos na NBA, Sixers são a boa surpresa no Leste e seguem invictos ao lado dos Pacers. Timberwolves e Rockets repetem o feito no Oeste

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

04/11/2013 - Seis dias de temporada 2013/2014 da NBA e apenas quatro equipes seguem invictas. Nas duas conferências, duas boas apostas para finalistas e duas surpresas momentâneas. No Oeste, o forte que começou bem é o Houston Rockets. No Leste, o Indiana Pacers. As surpresas ficam por conta do Minnesota Timberwolves e, principalmente, do Philadelphia 76ers.

Novato Michael Carter-Williams comanda o novo time do Philadelphia 76ers.
(Foto: Jesse D. Garrabrant/NBAE/Getty Images)

A surpresa sobre os Sixers fica maior ainda porque dois dos adversários são considerados mais fortes do que ele no papel. A estreia foi contra o Miami Heat e, naquela oportunidade, o time da Filadélfia chegou a abrir 19 a 0, viu o atual bicampeão reagir, mas conseguiu a apertada vitória por 114 a 110. Depois, veio o Washington Wizards, que parece que não vai longe, como nos últimos anos, e também foi batido, por 109 a 102. No sábado (2), vitória dos Sixers sobre o Chicago Bulls, por 107 a 104. Três vitórias apertadas e excelente início para a jovem equipe.

Falando em jovem, a maior prova da boa renovação dos 76ers é o novato Michael Carter-Williams, que vem com excelente início de temporada. A estreia contra o Miami Heat foi um belíssimo cartão de visita. Ele fez um jogo quase perfeito, com 22 pontos, 12 assistências e sete rebotes. No campeonato, médias de 20.7 pontos e nove assistências (terceiro melhor, ao lado de Stephen Curry, dos Warriors) por jogo. O ala Evan Turner, no time desde 2010, é o cestinha, com 23 pontos de média. Já o pivô Spencer Hawes tem média de double-double, com 19.3 pontos e 11.3 rebotes por partida, e é outro destaque.

Após lesões, Rubio e Love retornaram com tudo ao Minnesota.
(Foto: Reuters)

Os Wolves também tiveram início contra dois adversários mais fortes e um menos poderoso. Venceu o Orlando Magic (120 a 115), o Oklahoma City Thunder (100 a 81) e o New York Knicks (109 a 100). Destaque, como esperado, para Kevin Love, que retornou com força total após lesão que o retirou da última temporada, e Ricky Rubio, outro afastado por lesão. Love mantém médias de 29.7 pontos (cestinha da temporada) e 14.7 rebotes (segundo melhor), enquanto Rubio tem 10.3 assistências por partida mais 11.7 pontos.

Base mantida

Com a manutenção de seus bons jogadores e o acréscimo do bom pivô Dwight Howard, o Houston Rockets aponta como postulante ao título. Aliás, vai ser difícil alguém pegar mais rebotes do que esta equipe, que também conta com o pivô Omer Asik. Enquanto Howard lidera o campeonato em rebotes (17 de média, além de 15 pontos), Asik não pontua muito (4.7 de média), mas também é importantíssimo nos rebotes (11.4 por jogo). Os adversários até agora foram o Charlotte Bobcats (96 a 83), o Dallas Mavericks (113 a 105) e o Utah Jazz (104 a 93).

Outro que manteve sua boa base é o Indiana Pacers, que também poderá contar em breve com Danny Granger, que ficou fora do último ano por lesão (e, mesmo sem ele, o time foi finalista do Leste). Até agora, três jogos e três vitórias (97 a 87 sobre o Orlando Magic, 95 a 90 sobre o New Orleans Pelicans e 89 a 74 sobre o Cleveland Cavaliers). Indiana lidera a conferência.

Na página da NBA, confira classificações e tabela de jogos.

0 comentários :

Postar um comentário