domingo, 3 de novembro de 2013

Morto no Horto

Com total tranquilidade, Galo goleia Náutico no Independência e confirma rebaixamento do Timbu

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira

03/11/2013 - Dia de finados, jogo no Horto... não havia dia e lugar melhor para a confirmação do rebaixamento do Náutico. Um jogo entre um time que vai disputar o Mundial de Clubes em dezembro contra o lanterna dificilmente terminaria de maneira diferente. Pela 32ª rodada do Brasileirão, Atlético-MG e Náutico jogaram no Independência e, como a própria frase diz, "caiu no Horto, tá morto". O Galo matou qualquer chance de permanência do Timbu na primeira divisão. O resultado representa bem o que foi a partida: 5 a 0, com gols Fernandinho, Jô, Guilherme, Diego Tardelli e Alecsandro.

O placar deixou o Atlético-MG na sexta posição com 48 pontos, superando o Vitória, que tem um ponto a menos e briga por uma vaga na Libertadores, mas ainda joga hoje. O Galo já está no torneio sul-americano em 2014 por ter vencido a edição de 2013. O Náutico segue sua sina e continua como lanterna, com apenas 17 pontos e, disparado, a pior campanha do Campeonato Brasileiro na história dos pontos corridos desde 2003.

Foto: Bruno Cantini/Atlético Mineiro

Na próxima rodada, o Atlético-MG viaja para Salvador e encara o Bahia, na Fonte Nova, no sábado (8), às 19h30. No mesmo horário, só que no domingo (9), o Náutico recebe o Criciúma na Arena Pernambuco.

Enorme superioridade

O resultado confirmou as previsões dos comentaristas, dos torcedores do dois times e dos boleiros de plantão. Ele começou a ser escrito aos dez minutos, quando Diego Tardelli recebeu lançamento de Victor e deixou Fernandinho na cara do gol para fazer o primeiro do Galo. A abertura do placar tão cedo foi a mostra de que o Atlético venceria com tranquilidade. O segundo gol veio aos 22, quando Fernandinho ganhou a jogada de Willian Alves e tocou para Jô completar para as redes.

O Náutico só tinha uma chegada mais aguda, que é a de Maikon Leite, a figura mais lúcida do Timbu, pelos lados do campo. Mas, sozinho, ele não conseguia transpor a entrosada defesa atleticana. O Galo pressionava para tentar ampliar o marcador, mas errava no passe decisivo.

Mais três para fechar a conta

O técnico Marcelo Martelotte alterou a equipe no intervalo. Tirou Olivera, muito apagado, e colocou Helder para dar mais velocidade ao time. Nos primeiros minutos, deu certo, porém, qualquer tentativa de reação foi por água abaixo aos 12 minutos. Diego Tardelli cobrou escanteio, Jô escorou na primeira trave e Guilherme finalizou no segundo poste. Terceiro gol do Galo, que abriria o caminho para mais dois.

Dez minutos depois, veio o gol de quem não se encontrava com as redes há muito tempo. Diego Tardelli cobrou falta com perfeição, por cima da barreira, e saiu para comemorar com a torcida que o tem como ídolo. Cuca também alterou o time. Sacou Josué e Jô e entrou com Luan e Alecsandro. No primeiro ataque, Luan chegou na linha de fundo e cruzou para Alecsandro fechar o placar, menos de um minuto após a entrada do centroavante.

Nos minutos finais, Cuca promoveu Neto Berola e deu descanso para Fernandinho, muito ovacionado pela torcida. Entretanto, o placar já estava desenhado, o torcedor estava contente, os prognósticos totalmente cumpridos e o Náutico, literalmente, morreu no Horto.

Ficha do jogo:
Atlético-MG 5 x 0 Náutico
ATLÉTICO-MG:
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido; Pierre, Josué (Luan), Guilherme, Diego Tardelli e Fernandinho (Neto Berola); Jô (Alecsandro).
Técnico: Cuca

NÁUTICO:
Ricardo Berna; Auremir, João Filipe, Willian Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Derley, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite (João Paulo) e Olivera (Helder).
Técnico: Marcelo Martelotte

Motivo: 32ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte
Público: 13.255
Renda: R$350.706
Data: 02/11/2013
Horário: 21h

Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Marcio Gleidson Correira Dias (PA) e Sergio Campelo Gomes (MA)

Cartões amarelos: Bruno Collaço e Martinez (NAU)

Gols: Fernandinho, aos 10, Jô, aos 22 minutos do primeiro tempo; Guilherme, aos 12, Diego Tardelli, aos 22, e Alecsandro, aos 29 minutos do segundo tempo

***

32ª rodada: 
Sábado (2), às 19h30: 
Vasco 2x1 Coritiba 
21h: 
Domingo (3), às 17h: 
Santos x Cruzeiro 
Grêmio x Bahia 
Vitória x Corinthians 
Goiás x Botafogo 
19h30: 
Flamengo x Fluminense 
Atlético-PR x Internacional 
Criciúma x Ponte Preta

Classificação:
1º - Cruzeiro - 65 pontos
2º - Botafogo - 53 pontos, 15 vitórias e 10 gols de saldo
3º - Grêmio - 53 pontos, 15 vitórias e 7 gols de saldo
4º - Atlético-PR - 52 pontos
5º - Goiás - 49 pontos
6º - Atlético-MG - 48 pontos (32 jogos)
7º - Vitória - 47 pontos
8º - São Paulo - 46 pontos (32 jogos)
9º - Santos - 44 pontos
10º - Internacional - 42 pontos
11º - Flamengo - 41 pontos e 10 vitórias
12º - Corinthians - 41 pontos e 9 vitórias
13º - Coritiba - 40 pontos (32 jogos)
14º - Portuguesa - 39 pontos (32 jogos)
15º - Bahia - 37 pontos
16º - Fluminense - 36 pontos, 9 vitórias e -5 gols de saldo 
17º - Vasco - 36 pontos, 9 vitórias e -9 gols de saldo (32 jogos)
18º - Ponte Preta - 33 pontos 
19º - Criciúma - 32 pontos
20º - Náutico - 17 pontos (32 jogos)
   

0 comentários :

Postar um comentário