quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Mengão tricampeão

Com gols no fim, Flamengo bate Atlético-PR e conquista sua terceira Copa do Brasil

De Curitiba.
Por Willian Gomes.

28/11/2013 - Na final rubro-negra da Copa do Brasil, melhor para o Flamengo. Após o empate em 1 a 1 no primeiro jogo em Curitiba, o time carioca recebeu o Atlético-PR no Maracanã na noite desta quarta-feira (27) e venceu por 2 a 0. Os gols de Elias e Hernane, artilheiro do torneio com oito gols, no fim da partida, fizeram o Fla levantar sua terceira taça (1996, 2006 e 2013). Além dos autores dos gols, destaque também para a boa atuação de Paulinho, responsável pela jogada do primeiro gol e uma arma importante durante a partida.

Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem

Com o Maracanã lotado (mais de 68 mil presentes), o Flamengo, além do título, garantiu uma vaga na Libertadores de 2014. A campanha foi brilhante. Em 14 jogos, o time comandado por Jayme de Almeida venceu 11, empatou dois e perdeu apenas uma partida, para o Cruzeiro, nas ida oitavas de final. Já o futebol paranaense fica com o terceiro vice seguido da Copa do Brasil. Nos últimas dois anos, o Coritiba perdeu a grande final (2011 e 2012), e agora foi a vez do grande rival.

Pelo Brasileiro, o Atlético, que quer garantir a vaga para a Libertadores, encara o Santos no Teixeirão (São José do Rio Preto-SP), no fechamento da rodada, no domingo (1), às 19h30 (de Brasília). Às 17h, também fora de casa, o Fla visita o Vitória.

O jogo

A primeira etapa foi muito equilibrada, com o Flamengo tomando a iniciativa para o jogo. As melhores oportunidades dos cariocas saíram dos pés do volante Luiz Antônio, que arriscou muitos chutes de fora da área. Aos seis minutos, Paulinho fez boa jogada e tocou para Luiz Antônio, que chutou rasteiro no canto; Weverton se esticou para fazer a defesa.

Muita marcação e pouca emoção: esse foi o panorama do jogo até a reta final do primeiro tempo, quando o Flamengo voltou a atacar mais. Já o Atlético se defendia como podia. Aos 34 minutos, Luiz Antônio chutou forte de longe, e a bola passou perto do gol.

Já aos 41 minutos, a torcida carioca quase comemorou. Em uma bela cobrança de falta, Luiz Antônio, sempre ele, acertou caprichosamente a junção entre a trave e o travessão.

 
Crédito da imagem: Alexandre Loureiro/VIPCOMM
Paulinho foi um dos grandes nomes do jogo.
(Foto: Alexandre Loureiro/VIPCOMM)
Crédito da imagem: Alexandre Loureiro/VIPCOMM
Crédito da imagem: Alexandre Loureiro/VIPCOMM
Crédito da imagem: Alexandre Loureiro/VIPCOMM
 
Crédito da imagem: Alexandre Loureiro/VIPCOMM
Na segunda etapa, quando se esperava um Atlético mais ofensivo, pouco se viu. O time paranaense errava muitos passes, então, logo aos dez minutos, Vágner Mancini mexeu pela primeira vez no Furacão. Saiu Felipe, apagado em campo, entrou Dellatorre. No primeiro lance do ataque, uma boa chance para os paranaenses. Dellatorre passou pela marcação e chutou, mas a bola foi para fora.

Pelo Flamengo, Carlos Eduardo mais uma vez não jogou bem e, aos 19 minutos, foi substituído pelo volante Diego Silva, e deu certo. O time ficou mais veloz em campo, e no minuto seguinte, Hernane quase marcou. O Brocador recebeu passe de Elias e chutou, e Weverton salvou o Furacão mais uma vez.

Nos minutos seguintes, o Atlético foi para o tudo ou nada, alçando muitas bolas na área. Os visitantes não conseguiram criar chances de claras de gol, mas pressionaram o Flamengo ao máximo.

Quando o 0 a 0 parecia certo, o Flamengo confirmou o título. Aos 41 minutos, Paulinho, um dos melhores em campo, deu um belo drible em Deivid e tocou para Elias, que de chapa mandou para o fundo do gol.

Após o gol, principio de confusão. André Santos e Ciro, que havia entrado no lugar de Éderson, foram expulsos. Com o Atlético exposto a contra-ataques, o Mengão soube aproveitar aos 49 minutos. Luiz Antônio fez uma grande jogada e cruzou para o Brocador chutar no canto para ampliar o placar e confirmar de vez a festa dos cariocas no Maracanã, sendo o primeiro time a levantar uma taça depois da grande reforma do estádio.

Ficha do jogo:

Flamengo 2x0 Atlético-PR

FLAMENGO:
Felipe; Léo Moura (Gonzalez), Samir, Wallace e André Santos; Amaral, Luiz Antônio, Elias (João Paulo) e Carlos Eduardo (Diego Silva); Paulinho e Hernane.
Técnico: Jayme de Almeida

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Juninho (Cleberson), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, Zezinho, Felipe (Dellatorre) e Paulo Baier; Ederson (Ciro) e Marcelo.
Técnico: Vagner Mancini

Gols: Elias, aos 41, e Hernane aos 49 minutos do segundo tempo

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 57.991 pagantes - 68.857 presentes
Renda: R$ 9.733.785
Horário: 21h50
Data: 27/11/2013

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS-FIFA)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP-FIFA) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP-FIFA)

Cartões amarelos: Samir (FLA); Dellatorre (CAP)
Cartões vermelhos: André Santos (FLA); Ciro (CAP)

0 comentários :

Postar um comentário