quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Inédito

Weverton faz grandes defesas e Atlético-PR chega pela primeira vez à final da Copa do Brasil

De Curitiba.
Por Willian Gomes.

07/11/2013 - O Atlético-PR, ou melhor, o goleiro Weverton segurou o Grêmio na Arena e garantiu uma final rubro-negra na Copa do Brasil. No jogo de ida, em Curitiba, o Furacão venceu por 1 a 0, e nesta quarta-feira (6), conseguiu segurar o 0 a 0, em Porto Alegre. Quando o goleiro do time paranaense não salvou, a trave ajudou. O Tricolor ainda teve um gol anulado, mas não conseguiu fazer o suficiente para avançar de fase.

Agora, o Atlético encara o Flamengo, que eliminou o Goiás após nova vitória por 2 a 1. O jogo de ida será no dia 20, às 21h50, na Vila Capanema. E a partida de volta será no dia 27, no mesmo horário, no gigante Maracanã.

Após o jogo, o time do Atlético foi comemorar com a torcida.
(Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético)

O jogo

Desde o primeiro minuto, o Grêmio foi para o ataque, enquanto o Atlético apostou em uma postura bem defensiva, não dando espaços para o adversário. Na primeira etapa, os mandantes tiveram as melhores chances de abrir o placar nos chutes de longa distância, mas o goleiro Weverton fez excelentes defesas.

Aos 12 minutos, Pará cruzou para Kléber, que de peixinho mandou para o gol, mas o goleiro defendeu. Aos 39, Barcos driblou o marcador e chutou de fora da área; Weverton espalmou para escanteio. Aos 42, foi a vez de Alex Telles arriscar de longe, mas o goleiro do Atlético salvou mais uma.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Zé Roberto quase marcou. O meia ficou com a sobra da bola e chutou de fora da área, mas foi para fora. Na pressão gremista, o jogo continuava ataque contra defesa. E aos 12 minutos, Kléber criou uma boa chance. Na entrada da área, o atacante chutou rasteiro no canto, e a bola passou tirando tinta da trave.

E quando o Grêmio fez o gol, o árbitro anulou. Aos 17 minutos, Alex Telles cruzou na área, o zagueiro Luiz Alberto afastou, a bola caiu nos pés de Ramiro, que chutou para o gol. Mas o juiz alegou falta de Barcos no lance em que Luis Alberto afastou a bola da área. Ele empurrou o defensor com o braço.

Ramiro teve outra oportunidade de marcar, mas parou no travessão, em um chute de fora da área. E já aos 44 minutos, quando o goleiro Weverton não conseguiu completar a defesa, Luiz Alberto salvou em cima da linha. Barcos saiu cara a cara com o arqueiro, que rebateu o chute do argentino, e quando a bola ia entrando, o zagueiro salvou.

Nos últimos minutos, o nervosismo do Grêmio aumentou, e restou ao time da casa ouvir as vaias da torcida ao final do jogo, e ver o atacante Kléber e o lateral Léo, do Atlético, serem expulsos após um princípio de confusão depois do apito final.

Ficha do jogo:

Grêmio 0x0 Atlético-PR

GRÊMIO:
Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro (Yuri Mamute), Riveros (Elano) e Zé Roberto (Vargas); Kleber e Barcos.
Técnico: Renato Portaluppi.

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, Zezinho, Everton (Renato Chaves) e Paulo Baier (João Paulo); Marcelo e Ederson (Dellatorre).
Técnico: Vagner Mancini.

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Público: 41.234 pagantes - 43.899 presentes
Renda: R$ 2.061.192,00
Data: 06/11/2013
Horário: 21h50

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Guilherme Dias Camilo (MG)

Cartões amarelos: Zé Roberto e Kléber (Grêmio); Juninho, Leo, Manoel, Luiz Alberto (Atlético Paranaense)
Cartões vermelhos: Kléber (Grêmio) e Léo (Atlético Paranaense)

0 comentários :

Postar um comentário