quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Festa no Maraca

Com casa cheia, Flamengo vence o Goiás, de virada, e comemora classificação para a final da Copa do Brasil 

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

06/11/2013 - A torcida flamenguista, muito confiante, lotou o Maracanã para a segunda partida da semifinal da Copa do Brasil. Não era para menos. Após vencer o primeiro jogo por 2 a 1, a situação do Flamengo era confortável, já que poderia perder por 1 a 0 ou empatar que estaria na final. Além de ter que reverter uma desvantagem considerável, o Goiás ainda tinha que lidar com a ausência do seu principal jogador. O atacante Walter, destaque do Esmeraldino na temporada, continua lesionado e ficou fora da partida. O time goiano abriu o placar com quatro minutos de confronto, dando mais esperança para seus torcedores. No entanto, a confiança logo acabou. Aos 23 minutos, o Rubro-negro já tinha conseguido a virada que decretou a vitória por 2 a 1 e a classificação para a final contra o Atlético-PR, que empatou sem gols com o Grêmio (e venceu o primeiro jogo por 1 a 0).

As finais serão nos dias 20 e 27 deste mês. Por sorteio, o Flamengo decidirá o título em casa, no Maracanã, enquanto o primeiro jogo será na Vila Capanema. Em sua sexta final de Copa do Brasil, o time carioca busca seu terceiro título (foi campeão em 1990 e 2006).

Jogadores comemoram o gol de Elias, o da virada do Fla.
(Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)

O jogo

Cada minuto é muito precioso se tratando de uma semifinal de Copa do Brasil, e nenhum dos dois times perdeu tempo. O jogo mal tinha começado e o Goiás já estava no ataque. Aos três minutos, Elias cometeu falta e, na cobrança, Davi mandou na área para Sasha cabecear com categoria para o fundo das redes. O gol logo no princípio deu um gás maior para a equipe esmeraldina, que continuou pressionando.

Porém, a alegria goiana durou pouco. Hernane tabelou com Elias, aos 13 minutos, o volante tentou o toque de bico, ficou com a sobra e encontrou o atacante na frente. O Brocador tocou por cobertura para deixar tudo igual no Maraca. Dez minutos depois do primeiro gol carioca, veio a virada. Em um belo chute de fora da área, Elias colocou o Flamengo na frente no placar e aumentou a vantagem flamenguista.

A partida era muito movimentada no primeiro tempo. O Rubro-negro, mesmo com o resultado a seu favor, continuava buscando jogo e o Goiás procurava espaços para virar o placar. No entanto, faltava um pouco mais de capricho nos últimos passes. Aos 26 minutos, o time esmeraldino cobrou escanteio, a bola sobrou para Vítor, que mandou da entrada da área. A bola passou perto e foi para fora. O Flamengo repetia o erro do adversário, Amaral tentou o lançamento, aos 33 minutos, Paulinho cortou, avançou para o ataque e chutou mal, por cima do gol.

O segundo tempo continuou no mesmo ritmo. Com a partida aberta, as duas equipes criaram muitas oportunidades, no entanto, os jogadores dos dois lados continuaram errando nas finalizações. Quando o gol do Flamengo saiu, o bandeirinha indicou, equivocadamente, impedimento. Dessa maneira, o jogo terminou com o placar da primeira etapa.

Aos dez minutos, Elias cruzou nos pés de Hernane, que empurrou para dentro do gol. O assistente marcou o impedimento, mas o lateral do Goiás dava condições. A equipe goiana respondeu aos 18 minutos. Renan Oliveira pegou na área, girou pra cima de Luiz Antonio e chutou na rede, só que pelo lado de fora.

Faltando cinco minutos para o fim da partida, Paulinho teve uma chance incrível de ampliar a diferença no marcador. Hernane fez tudo certo, entrou na área e tocou para Paulinho, sozinho, só para tocar para o fundo do gol. No entanto, o atacante pegou por baixo da bola, que subiu muito. Este gol não fez falta. O Flamengo venceu a partida com tranquilidade e está na final da Copa do Brasil. 

Ficha do jogo:

Flamengo 2 x 1 Goiás

FLAMENGO:
Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Chicão e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo (Diego Silva); Paulinho (González) e Hernane.
Técnico: Jayme de Almeida

GOIÁS:
Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e Mário Sérgio (Ramon); Amaral, David, Thiago Mendes e Eduardo Sasha (Júnior Viçosa); Renan Oliveira e Roni (Welinton Junior).
Técnico: Enderson Moreira

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 49.421 pagantes - 56.224 presentes
Renda: R$ 3.375.410
Data: 06/11/2013
Horário: 21h50

Gols: Hernane, aos 13, e Elias, aos 23 minutos do primeiro tempo (Flamengo); Eduardo Sasha, aos quatro minutos do primeiro tempo (Goiás)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)

Cartões amarelos: Carlos Eduardo, Leo Moura e Luiz Antonio (Flamengo)

0 comentários :

Postar um comentário