domingo, 3 de novembro de 2013

Engatou a sexta

Em confronto direto pela vaga para a Libertadores, Goiás marca no fim, bate Botafogo e conquista sexta vitória seguida

De Belo Horizonte.
Por Rodolpho Victor.

03/11/2013 - Mantendo a escrita de 16 anos sem um 0 a 0 entre Botafogo e Goiás, Eduardo Sasha marcou no fim do segundo tempo e garantiu o 1 a 0 suado e a sexta vitória seguida para o Esmeraldino no Campeonato Brasileiro. A partida era uma briga direta pela classificação para a Libertadores do ano que vem, já que o Botafogo se encontra no G-4 e o Goiás é o primeiro fora dele. O Botafogo, que era vice-líder, caiu duas posições e segue com 53 pontos. O Goiás continua no quinto lugar, mas a um ponto do Fogão, com 52.

Pela Série A, no próximo sábado (9), o Esmeraldino enfrenta o Flamengo, às 21h, no Maraca, mas antes encara o Rubro-Negro precisando reverter desvantagem de 2 a 1 na semi da Copa do Brasil. O jogo será às 21h50 da quarta-feira (6). Já o Botafogo visita o Internacional no domingo (10), às 17h, no estádio centenário, pela 33ª rodada do Brasileiro.

Foto: Divulgação/Site oficial do Goiás Esporte Clube

O jogo

O que a torcida do Goiás mais queria em campo era o Walter, que vem sendo o destaque do clube na temporada. Ele está se recuperando para o jogo da quarta-feira, contra o Flamengo, pela Copa do Brasil. Se o "gordinho" esbanja categoria, o primeiro tempo foi truncado, e ele viu de camarote um show de horrores.

Muitos passes e chutes errados. Nada supera o lance bisonho aos 22 minutos do primeiro tempo. Vítor furou a bola, caiu, e a torcida do Fogão não perdoou. Pra piorar, nos dois lances seguintes, o mesmo Vítor chutou por cima do gol de Jefferson.

O segundo tempo continuou na mesma. O empate era bom para o Botafogo, devido ao retrospecto positivo do Goiás em casa. O Goiás precisava vencer, mas não conseguia chegar ao ataque. No meio da segunda etapa, Seedorf saiu. Parece que o meia não gostou da opção do técnico.

Se para Seedorf estava ruim, imagina para Vitor. Aos 20, em chance clara de abrir o placar, escorregou antes do chute.

O último jogo entre Bota e Goiás pelo Brasileirão que terminou sem gols foi no dia 12/07/1997. Sasha fez questão de manter esse feito. Aos 42 minutos, no apagar das luzes, recebeu cruzamento de Léo Bonatini e marcou de cabeça.

Ficha do jogo:

Goiás 1x0 Botafogo

GOIÁS:
Renan; Vítor, Rodrigo, Ernando e William Matheus; Amaral, David, Eduardo Sasha, Hugo (Thiago Mendes) e Roni (Wellinton Junior); e Júnior Viçosa (Léo Bonatini).
Técnico: Enderson Moreira

BOTAFOGO:
Jefferson; Edílson, Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Lucas Zen), Gabriel, Seedorf (Lodeiro), Gegê (Hyuri) e Rafael Marques; e Elias.
Técnico:Oswaldo de Oliveira

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Público: 9.295 pagantes - 10.817 presentes
Renda: R$ 203.205
Data: 02/11/2013
Horário: 17h

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Auxiliares: Márcia Bezerra Lopes (RO) e Clovis Amaral da Silva (PE)

Cartões amarelos: Rodrigo, Amaral e Sasha (GOI)

***

32ª rodada: 
Sábado (2), às 19h30: 
Vasco 2x1 Coritiba 
21h: 
Domingo (3), às 17h: 
19h30: 
Criciúma 1x1 Ponte Preta

Classificação:
1º - Cruzeiro - 68 pontos
2º - Atlético-PR - 55 pontos
3º - Grêmio - 54 pontos
4º - Botafogo - 53 pontos
5º - Goiás - 52 pontos
6º - Atlético-MG - 48 pontos, 13 vitórias e 9 gols de saldo
7º - Vitória - 48 pontos, 13 vitórias e 1 gol de saldo
8º - São Paulo - 46 pontos 
9º - Santos - 44 pontos, 11 vitórias e 7 gols de saldo
10º - Flamengo - 44 pontos, 11 vitórias e 1 gol de saldo
11º - Internacional - 42 pontos e 10 vitórias
12º - Corinthians - 42 pontos e 9 vitórias
13º - Coritiba - 40 pontos 
14º - Portuguesa - 39 pontos 
15º - Bahia - 38 pontos
16º - Fluminense - 36 pontos, 9 vitórias e -6 gols de saldo 
17º - Vasco - 36 pontos, 9 vitórias e -9 gols de saldo 
18º - Ponte Preta - 34 pontos 
19º - Criciúma - 33 pontos
20º - Náutico - 17 pontos

0 comentários :

Postar um comentário