domingo, 24 de novembro de 2013

Dia de Tardelli

Com três gols de Diego Tardelli, Galo goleia Goiás em casa e segue preparação para o Mundial. Esmeraldino pode sair do G-4

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

24/11/2013 - Na antepenúltima partida da equipe neste Campeonato Brasileiro, e talvez a última na capital mineira, por conta de uma punição do STJD nesta semana, o Atlético-MG realizou uma verdadeira exibição de gala para a sua torcida. Com direito a três gols de Diego Tardelli, o Galo bateu o Goiás, que ainda briga por uma das vagas na Libertadores 2014, por 4 a 1, na noite deste sábado (23), no Horto. O outro tento atleticano foi marcado por Fernandinho, o primeiro do jogo. Amaral descontou para os esmeraldinos, que podem terminar a rodada fora do grupo dos quatro primeiros.
  
O resultado positivo deixou o Galo em sexto lugar com 55 pontos, mesmo disputando o Brasileirão como preparação para o Mundial de Clubes, que começará em menos de um mês. O Goiás, depois de dez jogos de invencibilidade no campeonato, segue na terceira posição com 59 e, neste domingo, torce contra Grêmio, Atlético-PR e Botafogo, concorrentes diretos a uma vaga na maior competição sul-americana.

Na próxima rodada, o Atlético-MG vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense, que briga contra o rebaixamento, no sábado (30), às 19h30. O Goiás segue em viagem. Vai até Porto Alegre encarar o Grêmio em disputa direta pelo G-4, no domingo (1), às 19h30.

Os mais fanáticos diriam que Diego Tardelli, além dos três gols, também fez chover.
(Foto: Bruno Cantini/Atlético Mineiro)

Segurança na defesa e no ataque

Antes da partida, uma atitude dos jogadores em campo chamou a atenção de todos. Todos os 22 atletas em campo, não só na partida entre Atlético-MG x Goiás, mas em todas os jogos da rodada, sentaram no gramado e cruzaram os braços por um minuto, em solidariedade ao movimento "Bom Senso FC", que visa melhorar o calendário do futebol.

Com a bola rolando, o Atlético-MG mostrou, desde o começo, que brigaria pela vitória, ao mostrar muita firmeza na defesa e movimentação intensa no ataque. Logo de cara, veio o primeiro gol do Galo. Após lançamento em direção à grande área, o atacante Fernandinho desviou para o fundo das redes esmeraldinas, aos 22. A presença atleticana no ataque era incessante e a defensiva goiana mal conseguia parar as investidas alvinegras.

Tanta pressão resultou no segundo gol e o primeiro de quem viria a ser o destaque da partida: Diego Tardelli. Após boa trama com Fernandinho, o atacante recebeu a bola em velocidade, entrou na área, e bateu por baixo de Renan, aos 32. No final da primeira etapa, o Goiás se acertou e começou a levar perigo em chutes a media distância. Em um destes, Walter finalizou acertando o travessão. Na sobra, Amaral completou para o gol, aos 43.

Tardelli desencanta

As impressões iniciais do segundo tempo eram de que o Goiás pressionaria mais, em vista da necessidade da vitória, e o Galo manteria o bom futebol da etapa anterior. Por fim, apenas o Atlético apareceu para o jogo. Os visitantes exerceram um certo domínio dentro do jogo, mas por pouco tempo, porque os atleticanos trataram de cortar por terra qualquer iniciativa esmeraldina. Aos 20 minutos, em belíssima trama Diego Tardelli e Luan, que devolveu de letra, o camisa 9 recebeu em condições e arrematou para o fundo das redes de Renan.

O gol fez com que o Galo ganhasse forças, e o Goiás ficou perdido em campo. Quem não tinha nada com isso era Diego Tardelli, que em mais uma bola, driblou dois jogadores e bateu na diagonal, forte, para fechar a conta do jogo. No final, o coro era um só. "Ei, Felipão, Tardelli é seleção!".  

Ficha do jogo

Atlético-MG 4 x 1 Goiás

ATLÉTICO-MG:
Victor; Marcos Rocha (Michel), Leonardo Silva, Gilberto Silva e Lucas Cândido; Pierre (Rosinei), Josué, Luan (Dátolo), Diego Tardelli e Fernandinho; Alecsandro.
Técnico: Cuca

GOIÁS
Renan; Vítor, Rodrigo, Ernando e William Matheus; Amaral, David (Thiago Mendes), Eduardo Sasha, Ramon e Roni (Ulisses); Walter (Léo Bonattini).
Técnico: Enderson Moreira

Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Público: 10.128 pagantes
Renda: R$ 216.080
Data: 23/11/2013
Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Cartões amarelos: Gilberto Silva e Victor (CAM); Vitor e Rodrigo (GOI)

Gols: Fernandinho (CAM), aos 22, Diego Tardelli (CAM), aos 32, e Amaral (GOI), aos 43 minutos do primeiro tempo; Diego Tardelli, (CAM) aos 20 e 27 minutos do segundo tempo



***

36ª rodada: 
Sábado (23), às 19h30: 
21h: 
Domingo (24), às 17h: 
Ponte Preta x Grêmio 
Atlético-PR x Náutico 
Flamengo x Corinthians 
Santos x Fluminense 
19h30: 
São Paulo x Botafogo 
Internacional x Coritiba 
Bahia x Portuguesa

Classificação:
1º - Cruzeiro - 75 pontos (36 jogos)
2º - Grêmio - 60 pontos
3º - Goiás - 59 pontos (36 jogos)
4º - Atlético-PR - 58 pontos 
5º - Botafogo - 57 pontos
6º - Atlético-MG - 55 pontos, 15 vitórias e 11 gols de saldo (36 jogos)
7º - Vitória - 55 pontos, 15 vitórias e 4 gols de saldo (36 jogos)
8º - São Paulo - 49 pontos e 14 vitórias
9º - Corinthians - 49 pontos e 11 vitórias
10º - Santos - 48 pontos 
11º - Internacional - 45 pontos, 11 vitórias e -1 gol de saldo 
12º - Flamengo - 45 pontos, 11 vitórias e -2 gols de saldo
13º - Portuguesa - 44 pontos
14º - Criciúma - 43 pontos (36 jogos)
15º - Fluminense - 42 pontos e 11 vitórias
16º - Bahia - 42 pontos e 10 vitórias 
17º - Coritiba - 41 pontos, 10 vitórias e -5 gols de saldo
18º - Vasco - 41 pontos, 10 vitórias e -9 gols de saldo (36 jogos)
19º - Ponte Preta - 35 pontos 
20º - Náutico - 17 pontos 

0 comentários :

Postar um comentário