domingo, 24 de novembro de 2013

Como um Furacão

Atlético-PR goleia Náutico em Joinville e volta ao segundo lugar no Brasileirão

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

24/11/2013 – Disputando a final da Copa do Brasil, o Atlético-PR também quer terminar bem o Brasileirão para, caso não saia vencedor, garantir a vaga para a Taça Libertadores pelo nacional. Hoje, na Arena Joinville, recebeu o já rebaixado Náutico para se firmar de vez no G-4. Como esperado, chocolate do Furacão, que, com seis gols, fez a festa da torcida e fincou os pés na zona de classificação para a Libertadores, chegando a 61 pontos. O 6 a 1 teve gols de Zezinho, Paulo Baier, Felipe (duas vezes), Éderson e Cleberson para o Atlético, além de Tiago Real para o Timbu.

O Atlético-PR fez o que quis com o Náutico hoje. Dominou as jogadas de perigo, manteve a posse de bola e goleou. O primeiro tempo foi modesto, com dois gols. Aos poucos, o Furacão conseguiu intimidar por completo o Náutico, que descontou no inicio do segundo tempo. Mas o dia era mesmo do time rubro-negro, que fez seis, mostrou superioridade e não deixou dúvidas da grande fase que vive.

Faltando apenas duas rodada para o fim do campeonato, o Furacão tem jogo fora de casa, contra o Santos, no Benedito Teixeira, em , às 19h30 do domingo (1). Antes, na quarta-feira (27), às 21h50, faz o segundo jogo da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, no Maracanã, precisando vencer após empate por 1 a 1. Empate marcando dois gols ou mais também serve. Já o Náutico encara o ameaçado Vasco, no Maracanã, no domingo (1), às 17h.

Arrasador, Atlético-PR passa como um Furacão pelo Náutico.
(Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético Paranaense)
Desde os primeiros minutos de jogo, só deu Atlético. O time paranaense não perdeu tempo e dominou a partida, sem deixar espaços para o Náutico. O primeiro gol saiu aos 25 minutos, em um cruzamento que Zezinho aproveitou. O segundo veio dos pés do experiente Paulo Baier, que deixou a vida do Timbu muito complicada.

Depois do intervalo, o jogo voltou com tudo. O Náutico conseguiu descontar logo no primeiro minuto com Tiago Real, mas seis minutos depois, Felipe conseguiu mais um para o Furacão. Aos 16, Paulo Baier entrou na área fazendo fila e sofreu pênalti; Éderson cobrou e fez 4 a 1 para o Atlético-PR. Depois disso, os anfitriões (apesar do jogo ser em Joinville) marcaram o quinto com Felipe e o sexto com o zagueiro Cléberson para fechar a conta.

Ficha do jogo:

Atlético-PR 6 x 1 Náutico

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Juninho, Manoel, Luiz Alberto (Cleberson) e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Everton e Paulo Baier (Bruno Silva); Marcelo e Éderson.
Técnico: Vagner Mancini

NÁUTICO:
Ricardo Berna; Diego, Alison e William Alves (Maikon Leite); Maranhão, Elicarlos, Gustavo Henrique, Martinez, Tiago Real e Bruno Collaço; Rogério (Dadá).
Técnico: Marcelo Martelotte

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Eberval Lodetti (SC)

Local: Arena Joinville, em Joinville (SC)
Público: 2.472 pagantes - 3.306 presentes
Renda: R$ 27.905
Data: 24/11/2013
Horário: 17h (de Brasília)
           
Gols: Atlético-PR: Zezinho, aos 25, e Paulo Baier, aos 27 minutos do primeiro tempo. 
Felipe, aos sete e aos 17, Éderson, aos 16 e Cleberson, aos 20 minutos do segundo tempo. Náutico: Thiago Real, a um minuto do segundo tempo.

Cartões amarelos: Luiz Alberto (CAP); William Alves, Maranhão, Diego (NÁU)


***

36ª rodada: 
Sábado (23), às 19h30: 
21h: 
Domingo (24), às 17h: 
Ponte Preta 1x1 Grêmio 
Flamengo 1x0 Corinthians 
19h30: 

Classificação:
1º - Cruzeiro - 75 pontos 
2º - Atlético-PR - 61 pontos, 17 vitórias e 13 gols de saldo
3º - Grêmio - 61 pontos, 17 vitórias e 6 gols de saldo
4º - Goiás - 59 pontos 
5º - Botafogo - 58 pontos
6º - Atlético-MG - 55 pontos, 15 vitórias e 11 gols de saldo 
7º - Vitória - 55 pontos, 15 vitórias e 4 gols de saldo 
8º - Santos - 51 pontos
9º - São Paulo - 50 pontos 
10º - Corinthians - 49 pontos 
11º - Flamengo - 48 pontos
12º - Internacional - 46 pontos 
13º - Bahia - 45 pontos
14º - Portuguesa - 44 pontos
15º - Criciúma - 43 pontos 
16º - Fluminense - 42 pontos e 11 vitórias 
17º - Coritiba - 42 pontos e 10 vitórias 
18º - Vasco - 41 pontos 
19º - Ponte Preta - 36 pontos 
20º - Náutico - 17 pontos 

0 comentários :

Postar um comentário