terça-feira, 5 de novembro de 2013

A bola pelo mundo #2

Arsenal abre vantagem e Roma perde o 100% na rodada do fim de semana do futebol mundial

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

05/11/2013 - Com todos os campeonatos principais da Europa chegando à marca de dez rodadas ou mais, já começa a se estabelecer os times que irão brigar pelas taças. E, neste fim de semana, alguns já começaram a abrir vantagem na ponta, enquanto outros acabaram perdendo a campanha perfeita.


Premier League

O Arsenal está realmente motivado a acabar com a série de anos sem títulos. Ao receber o Liverpool no Emirates, era a chance de aproveitar a derrota do Chelsea e abrir cinco pontos de vantagem na ponta. E o fez com certa tranquilidade, anulando completamente o time dos Reds. Cazorla abriu o placar aos 19, e na segunda etapa, o mais novo craque da Europa, Aaron Ramsey, mostrou que está iluminado nesta temporada, marcando um golaço de longe.

Mas quem aos poucos vem mostrando força e fazendo jus à todo o potencial do elenco é o Manchester City. A equipe de Manuel Pellegrini vai se encontrando, e o Norwich sentiu todo o poderio ofensivo do time quando foi ao Etihad. Resultado: um sonoro 7 a 0, com gols marcados por sete jogadores diferentes. Kun Agüero liderou a equipe mais uma vez, aproveitando a ótima fase, marcando uma vez e dando passe para mais dois.

Classificação após [10] rodadas:
1º Arsenal (25)
2º Chelsea (20), saldo +8
3º Liverpool (20), saldo +7
4º Tottenham Hotspur (20), saldo +4
5º Manchester City (19), saldo +17
Artilheiro: Sergio Agüero (Man City) e Daniel Sturridge (Liverpool), com 8 gols

Bundesliga

O Eintracht Braunschweig deve voltar á 2.Bundesliga no final da temporada, já que é o lanterna, mas o time azul e amarelo não pretende dar moleza para o pessoal da ponta. Após empatar com o Wolfsburg, e dar trabalho para Borussia Dortmund e Schalke 04, o Braunschweig deu uma alegria imensa à sua torcida, ao bater por 1 a 0 o Bayer Leverkusen. O estádio veio explodir aos 36 minutos do segundo tempo, quando Kumbela marcou o tento da vitória.

E na abertura da rodada, o Borussia Dortmund vai percebendo que sentirá muita falta de Lewandowski. O polonês já avisou que sairá da equipe, para tristeza dos torcedores que viram na partida contra o Stuttgart, mais uma vez, do que o polonês é capaz. Na goleada de 6 a 1, Wando marcou três vezes na segunda etapa. Antes, Haggui havia aberto o placar no Signal Iduna Park, mas Sokratis e Marco Reus viraram antes do intervalo. Depois, vieram os três gols de Lewandowski, que ainda deu uma assistência para Aubameyang fechar a conta.

Classificação após [11] rodadas:
1º Bayern de Munique (29)
2º Borussia Dortmund (28)
3º Bayer 04 Leverkusen (25)
4º Borussia Mönchengladbach (19)
5º VfL Wolfsburg (18)
Artilheiro: Robert Lewandowski (Dortmund), com 9 gols

Serie A TIM

O Milan deu, no sábado, mas uma mostra de que o bom jogo contra o Barça foi apenas sorte. Em San Siro, nem Kaká foi capaz de evitar mais uma derrota, desta vez contra a Fiorentina. Os gols de Vargas, na primeira etapa, e Borja Valero, na segunda, coroam a boa campanha da Viola neste princípio de temporada. Enquanto isso, do lado rossonero, a distância para a zona da Champions é gigante, enquanto a zona de rebaixamento permanece muito próxima.

A grande surpresa do Calcio esse ano é mesmo o Hellas Verona. Com uma campanha muito consistente, o Verona venceu mais uma vez, batendo o Cagliari em casa. O quinto lugar mantido se deve muito aos brasileiros, e o grande nome da partida desta vez foi o volante Rômulo. O jogador, ex-Cruzeiro e Atlético Paranaense, deu as duas assistências da vitória por 2 a 1, para 'il bonito' Luca Toni e Jankovic. Conti diminuiu aos 90 para o Cagliari.

E a campanha perfeita da Roma chegou ao fim. Quando Strootman abriu o placar em Turim, pensava-se que o Torino seria a 11ª vítima em onze rodadas da squadra giallorossi. Só que a Roma não contava com o gol de Cerci, um ex-romanista, igualando o placar e encerrando o 100% de aproveitamento da ainda líder Roma.

Classificação após [11] rodadas:
1º AS Roma (31)
2º Napoli (28), saldo +16
3º Juventus (28), saldo +13
4º Internazionale (22), saldo +15
5º Hellas Verona (22), saldo +5
Artilheiro: Giuseppe Rossi (Fiorentina), com 9 gols

Primera División

Depois do clássico, Ancelotti percebeu que colocar Gareth Bale como centroavante seria jogar fora todo o dinheiro pago por ele. Após o jogo contra o Barça, Bale fez um partidaço contra o Sevilla, e contra o Rayo Vallecano, em Vallecas, repetiu a dose. Quem abriu a contagem foi Cristiano Ronaldo, logo aos 3 minutos. O galês primeirou serviu à Benzema, que parece se reencontrar em campo. E por fim, Bale fez uma linda jogada para servir Ronaldo, fechando o primeiro tempo em 3 a 0. O drible de Bale no gol foi tão desmoralizante que a vítima, Anaitz Arbilla, saiu chorando. Jonathan Viera marcou duas vezes de pênalti e diminuiu, mas o Real não deixou escapar a vitória.

Classificação após [12] rodadas:
1º FC Barcelona (34)
2º Atletico de Madrid (33)
3º Real Madrid (28)
4º Villareal CF (23)
5º Athletic Bilbao (20)
Artilheiro: Diego Costa (Atletico) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid), com 13 gols

Ligue 1

PSG e Monaco definitivamente não estão sozinhos na França. Se o Marseille ameaçou querer brincar, mas já ficou para trás, o Lille não está afim de largar o osso. E fez o Monaco de vítima, jogando em casa, graças aos dois gols de Roux, que deram a vitória para os Dogues. Ainda por cima, conseguiram segurar o poderoso ataque colombiano Falcão-Rodríguez, ultrapassando os monegascos na tabela e assumindo a segunda posição, dois pontos atrás dos parisienses e um na frente do Monaco.

Classificação após [12] rodadas:
1º Paris Saint-Germain (28)
2º Lille OSC (26)
3º AS Monaco (25)
4º FC Nantes (20)
5º Olympíque Marseille (18), saldo +4
Artilheiro: Edinson Cavani (PSG), com 9 gols

Outros destaques

Como esperado, o maior dérbi da Sérvia terminou em muita confusão. Na vitória do Estrela Vermelha sobre o líder e atual hexacampeão Partizan por 1 a 0, os ultras anfitriões soltaram tantos fogos e sinalizadores em direção aos rivais que criou pequenos focos de incêndio na torcida dos alvinegros, que responderam também lançando artefatos. A polícia não foi capaz de conter a confusão. O gol da vitória do Estrela Vermelha foi marcando por um jogador do Partizan: Obradovic, contra, aos 19 minutos.

0 comentários :

Postar um comentário