quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Soberano

Cruzeiro atropela Portuguesa em 30 minutos no Mineirão e mantém 11 pontos de vantagem na liderança do Brasileiro

De Belo Horizonte
Por Júlia Alves

02/10/2013 - No confronto entre até então os melhores times no returno, só deu Cruzeiro. A equipe mineira atropelou a Portuguesa, em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O líder da competição mostrou mais uma vez a sua força no Mineirão, embalado pela torcida que cantou durante todos os 90 minutos. O time cruzeirense jogou de forma envolvente e não teve dificuldades para fazer 4 a 0 nos primeiros 30 minutos de partida. A Lusa, que vinha de três vitórias nas últimas rodadas, melhorou, mas não o suficiente para reverter o placar.

Na próxima rodada, o Cruzeiro irá até o Recife para, no domingo (6), enfrentar o Náutico na Arena Pernambuco, às 16h. A Portuguesa receberá, no mesmo dia, mas às 18h30, o Santos no Canindé.

Fotos: Washington Alves/Textual/Divulgação Cruzeiro

O jogo

O Cruzeiro foi absoluto no primeiro tempo. Com uma troca de passes rápida e envolvente, o time não tomou conhecimento da Portuguesa e aplicou 4 a 0 só nos primeiros 30 minutos de partida. A Lusa teve erros fatais que possibilitaram que a equipe celeste abrisse o placar logo no princípio do jogo.

Aos cinco minutos, Correa tentou afastar de cabeça e acabou atrasando para Borges, que saiu na cara do gol. O atacante chutou, o goleiro Lauro desviou e a bola carimbou a trave, mas, no rebote, Éverton Ribeiro mandou para a rede. Dez minutos depois, em um lance parecido com o do primeiro gol, o Cruzeiro ampliou a vantagem. Ricardo Goulart acertou um belo chute de fora da área, Lauro tocou na bola que acertou o travessão. Na sobra, Borges mandou para o fundo do gol. 

A Portuguesa mal tinha tempo para respirar. Aos 19 minutos, Willian cobrou escanteio, Ricardo Goulart cabeceou e Borges fez o desvio, acertando a trave de Lauro. Porém, dessa vez, não tinha ninguém para aproveitar o rebote. A Lusa respondeu com Souza, que chutou de muito longe. A bola acertou o travessão, bateu perto da linha, mas a defesa cruzeirense afastou. Aos 24 minutos, o Cruzeiro teve uma nova chance clara de gol. Ricardo Goulart armou pela direita, invadiu a área e atrasou para Willian, que bateu de primeira, levando muito perigo à meta defendida Lauro.

O líder do campeonato queria mais e, movido pela torcida que cantava o tempo todo, continuou pressionando o seu adversário. Aos 27 minutos, o Mineirão explodiu novamente com o grito de gol. Pela direita, Borges cruzou rasteiro, ninguém da Portuguesa afastou e a bola sobrou para Willian chutar para a rede e ampliar a vantagem. Dois minutos depois, o time celeste aproveitou saída errada da Lusa e saiu em contra-ataque. Ricardo Goulart chutou e Moisés Moura tirou quase em cima da linha. Na sequência, Borges, bem posicionado na área, fez o seu segundo na partida e decretou a goleada celeste.

Para o segundo tempo, o técnico cruzeirense Marcelo Oliveira lançou o desafio: recompor a marcação e não tomar nenhum gol. Os comandados cumpriram com louvor o pedido do comandante. Apesar da Portuguesa criar muitas oportunidades, a defesa mineira tirava as bolas e o goleiro Fábio apareceu bem. Wanderson disparou pela direita, aos 14 minutos, e cruzou para a área. Gilberto subiu mais que todo mundo e cabeceou, para boa defesa de Fábio. Aos 21 minutos, Moisés invadiu a área pela esquerda, cortou Dedé e fez o chute. O goleiro Fábio tirou com o pé direito.

A equipe cruzeirense diminuiu o ritmo na etapa complementar e passou a valorizar mais a posse de bola. Com o resultado construído, os jogadores não iam muito ao ataque e ficaram mais displicentes nas finalizações. Com o Cruzeiro apenas cadenciando o jogo, a Portuguesa melhorou na partida, mas não conseguia chegar com perigo até o gol.

Ficha do jogo:

Cruzeiro 4x0 Portuguesa

CRUZEIRO:
 Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton e Lucas Silva; Éverton Ribeiro (Lucca), Ricardo Goulart e Willian (Vinicius Araujo); Borges (Dagoberto).
Técnico: Marcelo Oliveira

PORTUGUESA:
 Lauro; Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando (Wanderson), Bruno Henrique, Moisés e Souza (Cañete), Luis Ricardo e Gilberto (Bergson).
Técnico: Guto Ferreira

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 02/10/2013

Gols: Éverton Ribeiro, aos cinco minutos do primeiro tempo, Borges, aos 15 e aos 29 minutos do primeiro tempo, e Willian, aos 27 minutos do primeiro tempo (Cruzeiro)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Luis Carlos Camara Bezerra (RN)

Cartões amarelos: Borges e Egídio (Cruzeiro); Souza (Portuguesa)

***

25ª rodada: 
Quarta (25/09), às 19h30: 
Terça (1), às 19h30: 
Ponte Preta 1x2 Náutico
Quarta (2), às 19h30: 
21h: 
Vitória 2x1 Goiás
21h50: 
Coritiba 0x2 Flamengo
Quinta (3), às 21h: 
Vasco x Internacional

Classificação:
1º - Cruzeiro - 56 pontos (25 jogos) 
2º - Grêmio - 45 pontos (25 jogos) 
3º - Botafogo - 43 pontos (25 jogos) 
4º - Atlético-PR - 41 pontos (25 jogos) 
5º - Vitória - 37 pontos (25 jogos)
6º - Santos - 36 pontos (25 jogos)
7º - Atlético-MG - 35 pontos (24 jogos) 
8º - Fluminense - 34 pontos e 9 vitórias (25 jogos)
9º - Corinthians - 34 pontos, 8 vitórias e 5 gols de saldo (25 jogos)
10º  Internacional - 34 pontos, 8 vitórias e 2 gols de saldo (24 jogos)
11º - Flamengo - 33 pontos e 0 gol de saldo (25 jogos)
12º - Goiás - 33 pontos e -4 gols de saldo (25 jogos)
13º - Bahia - 32 pontos (25 jogos)
14º - Portuguesa - 31 pontos e 8 vitórias (25 jogos)
15º - Coritiba - 31 pontos e 7 vitórias (25 jogos)
16º - São Paulo - 27 pontos (25 jogos)
17º - Criciúma - 25 pontos e 7 vitórias (25 jogos) 
18º - Vasco - 25 pontos e 6 vitórias (24 jogos) 
19º - Ponte Preta - 22 pontos (24 jogos) 
20º - Náutico - 17 pontos (25 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário