quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Grande passo

Flamengo dá o primeiro passo rumo à final da Copa do Brasil vencendo o Goiás no Serra Dourada

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

31/10/2013 - Mais uma vez, pudemos ver o quanto Walter é importante para o Goiás. Sem o atacante, lesionado, a equipe goiana foi pouco criativa no primeiro tempo e não conseguiu deter o Flamengo. O Rubro-negro soube aproveitar as oportunidades que teve e venceu o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, no Serra Dourada. A vitória por 2 a 1 foi um excelente resultado para a equipe carioca, que na partida de volta, no Maracanã, terá a vantagem do empate para se garantir na final. O time esmeraldino espera o retorno do seu principal jogador para o segundo duelo, disputado na próxima quarta (6), novamente às 21h50 (de Brasília).

No outro duelo da semifinal, o Atlético-PR saiu em vantagem batendo o Grêmio na Vila Capanema por 1 a 0, gol marcado por Dellatorre. O segundo jogo será na Arena do Grêmio, também na próxima quarta.

Paulinho e Vitor balançaram as redes nesta noite.
(Foto: Luiz Pires/VIPCOMM)

O jogo

A partida começou equilibrada. O campo estava muito molhado e a bola corria rápida, dificultando o último passe das duas equipes que chegavam pouco ao ataque. Porém, quando acertaram o passe, o Flamengo conseguiu abrir o placar. Em uma linda jogada, aos 25 minutos, Paulinho tabelou com André Santos pela esquerda, recebeu de volta na área, driblou Rodrigo e bateu na saída do goleiro Renan.

Depois do gol tomado, o Goiás acordoy e teve duas boas chances. Aos 30 minutos, Roni recebeu passe na medida na área, chegou batendo e estufou a rede pelo lado de fora, assustando Paulo Victor. Dois minutos depois, Vitor fez boa jogada pela direita, cruzou na área e encontrou Sasha livre. Ele dominou no peito e bateu forte, mas Paulo Victor defendeu. O esmeraldino não desperdiçou a terceira oportunidade que criou e deixou tudo igual. Elias saiu jogando errado e perdeu a bola. Júnior Viçosa achou Vitor livre na área; ele dominou e bateu no cantinho, aos 38 minutos.

Não deu muito tempo para a torcida goiana comemorar. Aos 40, em cobrança de falta, Chicão bateu no canto direito. O goleiro escorregou e não chegou à tempo na bola. Já nos acréscimos, o Goiás quase empatou. Aos 47, a bola foi lançada na área e Hugo cabeceou tirando tinta da trave.

O segundo tempo foi mais cadenciado. O Flamengo passou a jogar mais recuado, com o regulamento debaixo do braço, esperando um contra-ataque. O Goiás tinha maior posse de bola e criava algumas jogadas, pressionando o adversário durante toda a segunda etapa.

Nos primeiros minutos, o time esmeraldino quase fez o gol de empate. Aos seis minutos, William Matheus cobrou falta para área, Rodrigo dominou no peito, mas bateu por cima do gol. Em seguida, Júniro Viçosa emendou uma bicicleta na área e Paulo Victor defendeu. Aos 24 minutos, começou uma confusão no gramado. Depois de muito bate boca e empurrões, Chicão e Hugo receberam cartão amarelo. Essa pausa diminuiu o ritmo da partida, mas o Goiás não desistia.

Nos últimos minutos do jogo, a equipe esmeraldina foi com tudo para o ataque. Aos 33 minutos, Vitor cruzou, Paulo pegou bonito na área e mandou a bola, raspando a trave esquerda de Paulo Victor. Renan Oliveira foi ao fundo, cruzou na área para Welinton Junior, que desviou e a bola quase entrou no ângulo, mas saiu pela linha de fundo. A torcida e os jogadores ainda reclamaram de pênalti, não marcado pelo árbitro Wilson Luiz Seneme.

Ficha do jogo:

Goiás 1 x 2 Flamengo

GOIÁS:
Renan; Vítor, Rodrigo, Ernando e William Matheus; Thiago Mendes, David, Hugo e Eduardo Sasha (Welinton Junior); Roni (Renan Oliveira) e Junior Viçosa (Paulo).
Técnico: Enderson Moreira

FLAMENGO:
Paulo Victor, Léo Moura, Chicão, Wallace e André Santos; Amaral, Elias, Luiz Antônio e Carlos Eduardo (Diego Silva); Paulinho (Gabriel) e Hernane (Nixon).
Técnico: Jayme de Almeida

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Público: 35.112 pagantes -  37.555 presentes
Renda: R$ 1.167.780
Data: 30/10/2013
Horário: 21h50

Gols: Vitor, aos 38 minutos do primeiro tempo (Goiás); Paulinho, aos 25, e Chicão, aos 41 minutos do primeiro tempo (Flamengo)

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Bruno Boschilia (PR)

Cartões amarelos: Hugo (Goiás); Chicão (Flamengo)

0 comentários :

Postar um comentário