quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Furacão em vantagem

Atlético-PR bate Grêmio no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil e joga pelo empate na volta

De Curitiba.
Por Willian Gomes.

31/10/2013 - O Atlético fez apenas um gol, mas ele foi importantíssimo para o sonho da classificação inédita para a final da Copa do Brasil. A vitória magra sobre o Grêmio, com gol de Dellatorre, na Vila Capanema, na noite desta quarta-feira (30), deixa o Furacão com a vantagem do empate no jogo de volta. O Atlético pode até perder por um gol de diferença, desde que marque gols (2x1, 3x2, 4x3...). Se o Grêmio repetir o placar de 1 a 0, a decisão irá para os pênaltis.

Para a partida de volta, o Tricolor terá o retorno do seu trio de atacantes, Barcos, Kléber e Vargas, que cumpriram suspensão nesta quarta-feira. A Arena do Grêmio deverá estar lotada, no jogo marcado para às 21h50, da próxima quarta-feira (06). No outro duelo da semifinal, o Flamengo conquistou a vitória sobre o Goiás fora de casa, por 2 a 1, e, assim como o Atlético, saiu em vantagem.

Foto: Hedeson Alves/VIPCOMM

O jogo

Na primeira etapa, o Atlético foi para o ataque em busca de uma boa vantagem. Com o apoio de mais de 15 mil torcedores, que lotaram a Vila Capanema, o Furacão teve algumas dificuldades no início para furar o bloqueio do Grêmio, mas aos poucos foi conseguindo.

Aos 13 minutos, Manoel lançou Ederson, que deixou Pará pra trás e chutou forte, mas Dida defendeu. Aos 21, foi a vez de Paulo Baier. O maestro atleticano chutou colocado, mas a bola foi para fora. O Grêmio só conseguiu criar a primeira boa chance aos 34 minutos. Yuri Mamute cruzou na área, e Lucas Coelho mandou por cima do gol.

Aos 36, o Furacão balançou as redes. Léo cruzou da direita, Dellatorre se antecipou à marcação e desviou o cruzamento, abrindo o placar na Vila. Mantendo um bom ritmo, o Atlético quase ampliou aos 43. Ederson fez o pivô para Everton, que chutou rasteiro no canto, mas Dida mandou para escanteio.

Na etapa complementar, o time gaúcho voltou mais ofensivo. Em compensação, deixava alguns espaços para o Atlético aproveitar os contra-ataques. Aos seis minutos, confusão na área do Grêmio. Dellatorre ficou com a sobra na pequena área, desviou para o gol, mas Dida salvou.

Aos 32, Elano cobrou falta na área; a bola ficou com Riveros, que chutou por cima do gol. Aos 36, Elano perdeu a grande chance do Grêmio. Ramiro cruzou na área e, livre de marcação, o meia cabeceou fraco, mandando nas mãos de Weverton.

O empate poderia ter saído nos acréscimos, mas Riveros não aproveitou a oportunidade. Pará fez boa jogada e cruzou na medida para o volante, que cabeceou para fora; a bola passou bem perto do gol.

Ficha do jogo:

Atlético-PR 1x0 Grêmio

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, Zezinho (João Paulo), Everton e Paulo Baier (Fran Mérida); Dellatorre (Ciro) e Ederson.
Técnico: Vagner Mancini 

GRÊMIO:
Dida; Werley, Bressan e Rhodolfo; Pará, Souza, Ramiro, Riveros e Alex Telles; Lucas Coelho (Elano) e Yuri Mamute (Paulinho).
Técnico: Renato Gaúcho

Gol: Dellatorre, aos 36 minutos do primeiro tempo.

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 30/10/2013
Horário: 21h50

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)

Cartões amarelos: Ederson (CAP); Alex Telles e Bressan (GRE)

0 comentários :

Postar um comentário