terça-feira, 24 de setembro de 2013

Sofrido

Jogando com um a mais, Figueirense consegue virada sobre Ceará nos acréscimos e sonha com o G-4 na Série B

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

24/09/2013- Figueirense e Ceará se enfrentaram pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Orlando Scarpelli, nesta terça, o Vozão dominava a partida até a expulsão de seu zagueiro, Potiguar, em um lance polêmico, logo no início do segundo tempo. O Figueira, pressionado por sua torcida, conseguiu o empate rapidamente, e a virada viria nos acréscimos da partida. Zé Roberto aproveitou a falha da zaga cearense para fazer 2 a 1 para o time da casa. Com o resultado, o time catarinense chegou aos 35 pontos e é o oitavo colocado, a seis do Joinville, primeiro time do G-4. A equipe nordestina é nona colocada, com a mesma pontuação, mas perdendo no número de vitórias (11 a 9).

Na próxima rodada, o Ceará receberá o Icasa no Estádio Castelão, na terça-feira (1) às 19h30. No mesmo dia, mas às 21h50, o Figueirense enfrentará o Boa Esporte em Minas Gerais.


Foto: Luiz Henrique/Divulgação site oficial do Figueirense

O jogo

Em uma partida truncada e com muitos erros de passes, poucas chances de gol foram criadas. No entanto, o Ceará soube aproveitar bem a sua oportunidade que teve e abriu o placar em um contra-ataque rápido e mortal. O Figueirense, por sua vez, mostrou muita dificuldade em sair jogando e vencer a marcação adversária.

O time da casa começou fazendo bonito para sua torcida. Com menos de um minuto, Pablo emendou o cruzamento para a área e goleiro Jaílson defendeu em cima da linha. Na sobra, a zaga tirou a bola. Depois desse lance, o Figueira só conseguiu chegar ao ataque com mais perigo no fim do primeiro tempo, novamente com Pablo. O atacante recebeu pela esquerda e chutou cruzado. A bola passou muito perto da trave.

Se a equipe do Sul não foi efetiva em suas jogadas, o time nordestino não desperdiçou e marcou na primeira vez que chegou ao ataque. Helder Maurílio tocou para Mota, que deixou para Magno Alves. Este tocou de volta para Mota abrir o marcador.

No início do segundo tempo, houve uma confusão dentro da área do Ceará.  O juiz viu, aos quatro minutos, empurrões entre Potiguar e Douglas Marques e advertiu os dois com cartão amarelo. O jogador do time cearense, Potiguar, que já havia recebido um amarelo, foi expulso. Esse lance foi determinante para o resultado da partida. Com a vantagem numérica, o gol de empate do Figueirense foi questão de tempo. A bola sobrou na entrada da área e Maylson acertou uma bomba nas redes aos 11 minutos.

O Figueira pressionava, porém, não conseguia finalizar com qualidade. O Vozão passou a jogar recuado e mal via a cor da bola. Parecia que a virada seria fácil, mas os catarinenses não conseguiam furar o bloqueio do oponente e o jogo ia se encaminhando para o final com um empate.

Aos 39 minutos, mais uma jogada polêmica. Saci deixou o braço no atacante Robério, do Ceará, que saiu sagrando de campo. O árbitro não viu o lance e foi cobrado pelo banco do Vozão, que queria a expulsão do jogador do Figueirense.

O alvinegro catarinense não desistiu, até que, aos 47 minutos, William lançou bola na área, a zaga cearense falhou e Zé Roberto marcou o segundo gol do Figueira, para desespero de toda a comissão técnica e jogadores do Vozão. Ao soar o apito final, houve uma confusão generalizada devido ao cartão vermelho dado a Potiguar.

Ficha do jogo:

Figueirense 2 x 1 Ceará

FIGUEIRENSE:
Tiago Volpi; William, Douglas Marques, Nirley e Wellington Saci, Nem, Luan (Maylson), Rodrigo (Rennan Oliveira) e Zé Roberto; Marcelo Toscano (Jonatan Ponciano) e Pablo.
Técnico: Vinícius Eutrópio

CEARÁ:
Jailson; Marcos, Potiguar, Diego Ivo e Hélder Maurílio; João Marcos, Ricardinho, Rogerinho (Robério), Léo Gamalho (Xaves); Mota e Magno Alves (Douglas).
Técnico: Sérgio Soares

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Público: 3162 pagantes - 3416 presentes
Renda: R$ 33.155
Data: 24/09/2013
Horário: 19h30

Gols: Maylson, 11 minutos do segundo tempo, e Zé Roberto, aos 47 minutos do segundo tempo (Figueirense); Mota, aos 26 minutos do primeiro tempo (Ceará)

Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: João L Monteiro de Souza Junior (RS) e Fausto Augusto Viana Moretti (SP)

Cartões amarelos: Douglas Marques, Maylson e Zé Roberto (Figueirense); Potiguar e Robério (Ceará)
Cartão vermelho: Potiguar (Ceará)


***

25ª rodada: 
Terça (24), às 19h30: 
Paysandu 2x1 Chapecoense 
Figueirense 2x1 Ceará
Sexta (27), às 19h30: 
São Caetano x Oeste 
Joinville x Guaratinguetá 
Sábado (28), às 16h20: 
Palmeiras x América-RN 
América-MG x Avaí 
Icasa x Atlético-GO 
Bragantino x Sport 
21h: 
ABC x Boa Esporte 
ASA x Paraná

Classificação:
1º - Palmeiras - 55 pontos (24 jogos) 
2º - Chapecoense - 46 pontos (24 jogos) 
3º - Paraná - 42 pontos (24 jogos) 
4º - Joinville - 41 pontos (24 jogos) 
5º - Icasa - 38 pontos (24 jogos)
6º - Sport - 37 pontos e 12 vitórias (24 jogos)
7º - Avaí - 37 pontos e 10 vitórias (24 jogos)
8º - Figueirense - 35 pontos e 11 vitórias (24 jogos)
9º - Ceará - 35 pontos, 9 vitórias e 6 gols de saldo (25 jogos)
10º - América-MG - 35 pontos, 9 vitórias e 3 gols de saldo (24 jogos)
11º - Boa Esporte - 35 pontos, 9 vitórias e -3 gols de saldo (24 jogos)
12º - Bragantino - 33 pontos (24 jogos)
13º - Guaratinguetá - 30 pontos e 9 vitórias (24 jogos)
14º - Oeste - 30 pontos e 8 vitórias (24 jogos)
15º - Paysandu - 27 pontos (25 jogos)
16º - América-RN - 26 pontos (24 jogos)
17º - Atlético-GO - 25 pontos (24 jogos)
18º - ASA - 23 pontos e 7 vitórias (24 jogos) 
19º - São Caetano - 23 pontos e 6 vitórias (24 jogos) 
20º - ABC - 20 pontos (24 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário