domingo, 22 de setembro de 2013

Pesadelo

Bahia vira para cima do Botafogo nos minutos finais e continua invicto no segundo turno. Fogão vê Cruzeiro abrir mais um ponto

De Aracaju.
Por Victor França.

22/09/2013 - Até os 35 minutos do segundo tempo, o Botafogo estava diminuindo a diferença em relação ao líder Cruzeiro para cinco pontos. Porém, foram necessários apenas dois lances para a alegria se transformar em decepção. Com gols de Fernandão e Obina, o Bahia bateu o Botafogo de virada neste domingo, no Maracanã, por 2 a 1, em jogo válido pela 23ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Fogão estacionou nos 42 pontos, na segunda posição, agora oito a menos que a Raposa, que venceu o alvinegro carioca por 3 a 0 no meio de semana e empatou sem gols com o Corinthians neste domingo. Já o Bahia, que tem duas vitórias e dois empates no segundo turno, está em décimo, com 31 pontos.

Os dois times só voltam a jogar pelo Brasileirão no próximo fim de semana. No sábado, o Botafogo enfrenta a Ponte Preta, às 21h, no Maracanã. O Bahia joga domingo, às 16h, contra o Vasco, na Fonte Nova. No meio de semana, às 21h50 da quarta-feira (25), o Fogão enfrenta o Flamengo, abrindo as quartas da Copa do Brasil.

Fernandão marcou o primeiro gol do Bahia, que viraria com Obina.
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Divulgação Botafogo)

O Bahia começou melhor o jogo e parecia estar se sentindo em casa no Maracanã. Aos nove minutos, Dória recuou mal e a bola sobrou para Marquinhos Gabriel. O meia bateu de primeira e Jefferson defendeu com o pé. Três minutos depois, após novo vacilo da zaga alvinegra, William Barbio arriscou de longe com perigo. Mas o Botafogo não é vice-líder à toa, e na primeira grande chance que teve, abriu o placar. Aos 30, Edílson soltou uma bomba em cobrança de falta da intermediária e Lomba aceitou.

O gol fez o jogo ficar morno, e os dois times passaram a errar mais passes do que o normal. O Botafogo passou a administrar mais a bola, e aliado à pouca ofensividade do Bahia nos quinze minutos finais, foi para o intervalo sem passar mais sustos.

O Fogão continuou dominando a partida no segundo tempo, e por muito pouco, não ampliou aos sete. Alex bateu colocado e Marcelo Lomba espalmou. No rebote, Lodeiro chutou sem ângulo e Lomba tirou com o pé. O goleiro do Bahia era o destaque da etapa final, e voltou a fazer mais dois milagres, em chutes de Rafael Marques e Hyuri.

A partir daí, o jogo mudou completamente, e o torcedor do Botafogo passou a viver um pesadelo. Aos 25, Hélder chutou de fora da área e Jefferson defendeu. Pouco tempo depois, foi a vez de Wallyson bater colocado para nova defesa do goleiro botafoguense. Porém, aos 36, o Bahia chegou ao empate. Wallyson cruzou da esquerda e Fernandão cabeceou no ângulo. Lindo gol. A torcida ainda reclamava, quando em falta cobrada por Wallyson, Obina, em impedimento, apareceu sozinho e garantiu a virada tricolor, aos 40 minutos.

Ficha do jogo:

Botafogo 1x2 Bahia

BOTAFOGO:
Jefferson; Edílson, Bolívar, Dória e Júlio César; Marcello Mattos, Gabriel, Lodeiro, Seedorf (Hyuri) e Rafael Marques; Elias (Alex).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

BAHIA: 
Marcelo Lomba; Madson (Wallyson), Lucas Fonseca, Titi e Raul (Jussandro); Diones, Hélder, Feijão e Marquinhos Gabriel; Fernandão e William Barbio (Obina).
Técnico: Cristóvão Borges

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data: 22/09/2013
Horário: 16h

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Gols: Botafogo: Edílson, aos 30 minutos do primeiro tempo. Bahia: Fernandão, aos 36, e Obina, aos 40 minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos: Dória e Alex (Botafogo); Fernandão (Bahia)

***

23ª rodada: 
Sábado (21), às 18h30: 
21h:
Vitória 0x0 Grêmio
Domingo (22), às 16h: 
18h30: 
Santos 2x1 Criciúma

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 50 pontos (23 jogos)
2º - Botafogo - 42 pontos (23 jogos)
3º - Atlético-PR - 41 pontos (23 jogos)
4º - Grêmio - 39 pontos (23 jogos)
5º - Internacional - 34 pontos (23 jogos)
6º - Goiás - 33 pontos (23 jogos)
7º - Santos - 32 pontos (22 jogos)
8º - Atlético-MG - 31 pontos, 8 vitórias e 0 gol de saldo (22 jogos)
9º - Vitória - 31 pontos, 8 vitórias e -2 gols de saldo (23 jogos)
10º - Bahia - 31 pontos, 8 vitórias e -3 gols de saldo (23 jogos)
11º - Corinthians - 31 pontos, 7 vitórias e 7 gols de saldo (23 jogos)
12º - Coritiba - 31 pontos, 7 vitórias e 0 gol de saldo (23 jogos)
13º - Fluminense - 30 pontos (23 jogos)
14º - Portuguesa - 28 pontos (23 jogos)
15º - São Paulo - 27 pontos e 7 vitórias (23 jogos)
16º - Flamengo - 27 pontos e 6 vitórias (23 jogos)
17º - Criciúma - 24 pontos e 7 vitórias (23 jogos)
18º - Vasco - 24 pontos e 6 vitórias (23 jogos)
19º - Ponte Preta - 19 pontos (22 jogos)
20º - Náutico - 10 pontos (22 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário