sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Outro jogo sem vitória

Contra o Guaratinguetá, Joinville não consegue vencer em casa, de novo, e torcida vaia o time, que segue em quarto

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

27/09/2013 - Depois de perder para o Avaí em casa por 2 a 1, o Joinville queria a vitória sobre o Guaratinguetá, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, para tentar subir posição no G-4. Jogando novamente em seus domínios, a Arena Joinville, a equipe catarinense até abriu o placar no primeiro tempo, porém, na etapa completar, o Guará conseguiu o gol de empate. Como a igualdade no marcador era um bom resultado para o time paulista, o Tricolor do Vale recuou e suportou a pressão. No fim da partida, a torcida ficou insatisfeita com o 1 a 1 e vaiou os seus jogadores.

Na próxima rodada, o Guaratinguetá receberá o Paysandu no Estádio Dario Rodrigues Leite, na terça-feira (1). No mesmo dia e horário, o Joinville irá enfrentar o Sport na Ilha do Retiro.

Foto: Divulgação/Site oficial do Joinville

O jogo

O Guaratinguetá não se intimidou por jogar fora de casa e pressionou o Joinville na etapa inicial. O Guará possuía maior posse de bola e chegava com facilidade até o campo de seu adversário, mas não conseguia ser efetivo em suas jogadas. O JEC sentiu o bom momento de seu oponente e se recuou.  

A equipe da casa até assustou o seu visitante. Aos quatro minutos, Ligüera ajeitou de calcanhar para Marco Winícius dominar na entrada da área e soltar a bomba, que passou raspando a trave de Saulo. No entanto, quem possuiu as melhores oportunidades do primeiro tempo foi o Guará. Em resposta ao lance do Joinville, Coelho rolou para Eduardo Arroz, que em vez de cruzar, arriscou o chute direto, mas o goleiro Ivan espalmou para escanteio. Aos 21 minutos, Juninho dominou, na entrada da área, com liberdade, e encheu o pé. A bola foi por cima do gol, tirando tinta da trave.

Apesar de o time paulista ter tido mais chances, quem abriu o placar foi a equipe catarinense. Aos 37 minutos, Ligüera cobrou escanteio na cabeça de Kim, que cabeceou para baixo. A bola quicou e entrou no ângulo, impossível para Saulo defender.

No segundo tempo, a história foi outra. Quem foi para cima do adversário durante todos os 45 minutos finais foi o Joinville. Entretanto, foi o Guaratinguetá quem buscou o gol de empate.

Aos quatro minutos, o JEC até conseguiu balançar as redes, porém, antes da jogada ser finalizada, a bola já tinha saído do campo. Cinco minutos depois, Lima dominou na linha da pequena área, sem muito ângulo, e encheu o pé. A bola acertou a rede, mas pelo lado de fora. O Guará, por sua vez, foi ao ataque e não desperdiçou. Coelho dominou, na entrada da área, e rolou para Eduardo Arroz, que vinha de trás. A bola ainda desviou na zaga e bateu no travessão para morrer no fundo do gol.

O Joinville, pressionado por sua torcida depois de perder o último jogo em casa, foi atrás da vitória. Três minutos após o gol, a bola sobrou para Lima, que encheu o pé da entrada da área. Saulo se esticou todo e espalmou para escanteio. Aos 19 minutos, depois da cobrança de escanteio para o JEC, a bola foi lançada bem na marca do pênalti; Sandro saltou de trás, cabeceou livre, mas mandou por cima do gol do goleiro Saulo.

O empate era um bom resultado para o Guaratinguetá e, por isso, o time passou a jogar compacto e no seu campo de defesa sem se lançar ao ataque. Dessa maneira, o Joinville trocava passes procurando um espaço na zaga paulista e o jogo ficou mais truncado no meio de campo. O Guará só foi voltar atacar aos 39 minutos, quando Coelho cruzou da direita, a zaga do JEC não alcançou e bola sobrou limpa para Allan Dias. O atacante pegou muito fraco, facilitando a defesa do goleiro Ivan.

Ficha de jogo:

Joinville 1 x 1 Guaratinguetá

JOINVILLE:
 Ivan; Eduardo, Rafael, Sandro e Bruno Costa; Augusto Recife, Marcus Winícius, Marcelo Costa e Martín Ligüera (Alex Faria); Kim e Lima.
Técnico: Ricardo Drubsky

GUARANTINGUETÁ:
 Saulo; Eduardo Arroz, Pedro Paulo, Marquinhos e Ruan; Tiago Ulisses (Fransérgio), Coelho e Júlio César; Renato Peixe (Moacir), Juninho (Cleiton Pedra) e Alan.
Técnico: Leandro Campos

Local: Arena Joinville, em Joinville (SC)
Data: 27/09/2013
Horário: 19h30

Gols: Kim, 37 minutos do primeiro tempo (Joinville); Eduardo Arroz, 11 minutos do segundo tempo (Guaratinguetá)

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)
Assistentes: Jackson L Massarra dos Santos (RJ) e Celso Luiz da Silva (MG)

Cartões amarelos: Rafael (Joinville); Marquinhos, Saulo, Fransérgio, Pedro Paulo, Júlio César (Guaratinguetá)

***

25ª rodada: 
Terça (24), às 19h30: 
Paysandu 2x1 Chapecoense 
Figueirense 2x1 Ceará
Sexta (27), às 19h30: 
São Caetano 2x2 Oeste 
Joinville 1x1 Guaratinguetá 
Sábado (28), às 16h20: 
Palmeiras x América-RN 
América-MG x Avaí 
Icasa x Atlético-GO 
Bragantino x Sport 
21h: 
ABC x Boa Esporte 
ASA x Paraná

Classificação:
1º - Palmeiras - 55 pontos (24 jogos) 
2º - Chapecoense - 46 pontos (24 jogos) 
3º - Paraná - 42 pontos e 19 gols de saldo (24 jogos) 
4º - Joinville - 42 pontos e 14 gols de saldo (25 jogos) 
5º - Icasa - 38 pontos (24 jogos)
6º - Sport - 37 pontos e 12 vitórias (24 jogos)
7º - Avaí - 37 pontos e 10 vitórias (24 jogos)
8º - Figueirense - 35 pontos e 11 vitórias (24 jogos)
9º - Ceará - 35 pontos, 9 vitórias e 6 gols de saldo (25 jogos)
10º - América-MG - 35 pontos, 9 vitórias e 3 gols de saldo (24 jogos)
11º - Boa Esporte - 35 pontos, 9 vitórias e -3 gols de saldo (24 jogos)
12º - Bragantino - 33 pontos (24 jogos)
13º - Guaratinguetá - 31 pontos e 9 vitórias (25 jogos)
14º - Oeste - 31 pontos e 8 vitórias (25 jogos)
15º - Paysandu - 27 pontos (25 jogos)
16º - América-RN - 26 pontos (24 jogos)
17º - Atlético-GO - 25 pontos (24 jogos)
18º - São Caetano - 24 pontos (25 jogos) 
19º - ASA - 23 pontos (24 jogos) 
20º - ABC - 20 pontos (24 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário