domingo, 1 de setembro de 2013

Nove vezes Brasil!

Brasil supera a China com tranquilidade, termina fase final invicto e fica com o nono título do Grand Prix de vôlei

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

01/09/2013 – Diante da China, na madrugada deste domingo, a seleção brasileira feminina de vôlei precisava apenas de dois sets para garantir o título do Grand Prix 2013, já que tinha dois pontos de vantagem para as adversárias. Invicto e sem perder nenhuma parcial nesta fase final, o Brasil foi confiante. E o resultado não poderia ter sido melhor. As brasileiras venceram as chinesas por 3 setes a 0, com parciais de 25/15, 25/15 e 25/20, e confirmaram o primeiro lugar no campeonato, garantindo o nono título. O Brasil também foi campeão em 1994, 1996, 1998, 2004, 2005, 2006, 2008 e 2009, e interrompeu uma sequência de três conquistas dos Estados Unidos.


Nove vezes Brasil!
(Foto: FIVB/Divulgação)

Diante de uma China invicta na competição e da grande revelação e sensação até aqui, a ponteira Zeng, o Brasil parecia que teria uma missão difícil, tendo que vencer dois sets para conquistar o campeonato. Mas não foi o que aconteceu. As chinesas não se mostraram concentradas o suficiente, e diante de mais uma partida impecável das brasileiras, perderam por 3 a 0. A seleção brasileira volta a vencer o Grand Prix após três anos de medalhas de prata. 

Com 18 pontos, Sheilla foi a principal pontuadora do jogo. Com 14, Fernanda Garay fez mais uma boa partida, assim como Gabi, que fez 12. Do lado chinês, Wang fez 13 e foi a principal pontuadora.

Além do título do Brasil, que fez 15 pontos, completam o pódio a China (10 pontos) e a Sérvia (8), que venceu a Itália no tie-break. As americanas, que eram as atuais tricampeãs, terminaram em último na classificação geral da fase final (três pontos), atrás de japonesas (5) e italianas (4).

Quando a bola subiu...

Diferente do que se imaginava, o Brasil teve vida fácil no início do primeiro set. A China não parecia concentrada e, errando muito, logo ficou em posição desconfortável. As brasileiras abriram boa vantagem e foram bem constantes. Sem reação das chinesas, o resultado veio com tranquilidade: 25 a 15.

A China voltou melhor no segundo set. Aparentemente mais organizada, a equipe de Lang Ping foi mais decisiva e impôs uma pequena dificuldade na hora de abrir vantagem no placar. Mesmo com as chinesas jogando melhor, o Brasil logo dominou a partida, fez outro 25 a 15, e venceu a parcial que dava o título da competição.

Na terceira parcial, a seleção brasileira perdeu um pouco da concentração, deixou a China crescer e teve dificuldade para dominar a partida. Mas depois do 16º ponto, o Brasil voltou a crescer, confirmou a vitória com o 25 a 20 e carimbou o titulo depois de três anos consecutivos terminando em segundo lugar.

Ficha do jogo:

China 0 x 3 Brasil
15/25, 15/25 e 20/24

CHINA:
Começaram: Shen (2 pontos), Wang (13), Zeng (7), Yin (7), Ma (4), Yang (4). Líbero: Chen.
Entraram: Mi(0), Hui (0), Zhang (0) e Liu (0).
Técnico: Lang Ping

BRASIL:
Começaram: Dani Lins (3), Sheilla (18), Fernanda Garay (14), Gabi (12), Fabiana (4), Thaisa (9). Líbero: Fabi.
Entraram: Michelle (0) e Juciely (1).
Técnico: José Roberto Guimarães

Local: Hokkaido Prefectural Sports Center, em Sapporo (JPN)
Público: 3.600

Arbitragem: Susana Rodriguez (ESP) e Joo-Hee Kang (COR).

0 comentários :

Postar um comentário