sábado, 28 de setembro de 2013

Luz no fim do túnel

Náutico faz três no segundo tempo, consegue grande vitória contra o Coritiba, que segue em crise, e dá esperança à sua torcida

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

28/09/2013 - Nunca um reencontro com a vitória foi tão festejado no Náutico. Também pudera. Já eram 14 rodadas em jejum desde a última vitória, que havia sido sobre o Internacional por 3 a 0. O torcedor do Timbu, lanterna do campeonato, sentia saudade de ver sua equipe triunfar, fato novamente visto esta noite, e pelo mesmo placar da vitória anterior. Em partida disputada na Arena Pernambuco, a equipe mandante venceu o Coritiba por 3 a 0, com gols de Maikon Leite, duas vezes, e Olivera.

O resultado não tira o Náutico da incômoda lanterna do campeonato, agora com 14 pontos, mas aumenta um pouco a pequena esperança de uma reação pernambucana. O Coritiba, em crise e sob o comando do interino Marcelo Serrano, após a demissão de Marquinhos Santos, começa abrir os olhos quanto à queda da equipe. O time que chegou a ser líder do Brasileirão agora é o 13º, com 31 pontos.

Na próxima rodada, o Náutico viaja até Campinas e encara a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, na próxima terça-feira (1), às 19h30. O Coritiba recebe o Flamengo, na quarta (2), no Couto Pereira, às 21h50.

Olivera marcou o primeiro do Timbu no jogo.
(Foto: Simone Vilar/Divulgação site oficial do Náutico)

Empate frustrante

No primeiro tempo, o Náutico começou ordenando as ações de ataque do jogo. Maikon Leite era sempre a melhor escolha, e o jogador aparentava ser sim o grande nome do jogo. O Coritiba era inofensivo durante quase todo princípio de jogo, e o melhor em campo do alviverde era o goleiro Vaná.

Vaná realizou quatro importantes defesas em chutes do Náutico durante o primeiro tempo, que garantiram o zero no placar da Arena Pernambuco. O Coxa passou a buscar o ataque e tentar assustar o Timbu, mas eram chutes de média distância. Apenas uma foi em direção ao gol com perigo, mas Gideão mostrou estar atento e fez boa defesa.

Grande segundo tempo do Timbu

O segundo tempo começou como foi o primeiro. A diferença foi que a bola balançou as redes do Coxa, aos cinco minutos. No cruzamento de Tiago Real, o experiente Olivera cabeceou e fez a festa da torcida. Para piorar ainda mais a situação do Coritiba, aos 15 minutos, Escudero fez falta grave em Martinez e foi expulso.

A melhor chance do Coritiba no jogo foi com Robinho, após belo passe de Alex. Aos 31 minutos, não teve jeito. Dadá passou a Maikon Leite, que tocou para fazer o segundo gol. No final do jogo, Morales, que entrou em lugar de Tiago Real, fez belíssima jogada e passou a Maikon Leite, que completou o placar.

Ficha do jogo:

Náutico 3 x 0 Coritiba

NÁUTICO:
Gideão; Maranhão (Auremir), Willian Alves, João Filipe e Bruno Colaço; Elicarlos, Dadá, Martinez e Tiago Real (Morales); João Paulo (Olivera) e Maikon Leite.
Técnico: Marcelo Martellote

CORITIBA:
Vaná; Victor Ferraz, Bonfim, Chico e Sergio Escudero; Gil, Robinho, Botinelli (Dudu Figueiredo), Alex e Vitor Junior (Lincoln); Bill (Emerson Santos)
Técnico: Marcelo Serrano

Motivo: 24º rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 28/09/2013
Horário: 18h30
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Público: 7.065 presentes
Renda: R$156.500

Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Auxiliares: Ailton Farias da Silva (SE) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL)

Gols: Olivera, aos cinco, e Maikon Leite, aos 31 e 38 minutos do segundo tempo   

***

24ª rodada: 
Sábado (28), às 18h30: 
Goiás 1x2 Fluminense
Náutico 3x0 Coritiba
21h: 
Botafogo 0x1 Ponte Preta
Domingo (29), às 16h: 
São Paulo x Grêmio
Bahia x Vasco
Portuguesa x Corinthians
Flamengo x Criciúma
18h30: 
Internacional x Cruzeiro
Atlético-MG x Santos
Atlético-PR x Vitória

Classificação:
1º - Cruzeiro - 50 pontos (23 jogos)
2º - Botafogo - 42 pontos (24 jogos)
3º - Atlético-PR - 41 pontos (23 jogos)
4º - Grêmio - 39 pontos (23 jogos)
5º - Internacional - 34 pontos (23 jogos)
6º - Fluminense - 33 pontos e 9 vitórias (24 jogos)
7º - Santos - 33 pontos, 8 vitórias e 6 gols de saldo (23 jogos)
8º - Goiás - 33 pontos, 8 vitórias e -3 gols de saldo (24 jogos)
9º - Atlético-MG - 32 pontos (23 jogos)
10º - Vitória - 31 pontos, 8 vitórias e -2 gols de saldo (23 jogos)
11º - Bahia - 31 pontos, 8 vitórias e 3- gols de saldo (23 jogos)
12º - Corinthians - 31 pontos, 7 vitórias e 7 gols de saldo (23 jogos)
13º - Coritiba - 31 pontos, 7 vitórias e -3 gols de saldo (24 jogos)
14º - Portuguesa - 28 pontos (23 jogos)
15º - São Paulo - 27 pontos e 7 vitórias (23 jogos)
16º - Flamengo - 27 pontos e 6 vitórias (23 jogos)
17º - Criciúma - 25 pontos (24 jogos)
18º - Vasco - 24 pontos (23 jogos)
19º - Ponte Preta - 22 pontos (23 jogos)
20º - Náutico - 14 pontos (24 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário