domingo, 1 de setembro de 2013

Festa completa

No aniversário de 103 anos do Corinthians, goleada sobre o Flamengo e show de Pato, que também assopra velinhas nesta semana

De Belo Horizonte.
Por Márcio Júnio.

01/09/2013 - No dia do aniversário corintiano, nada melhor que um clássico nacional como atração para festa. O convidado ilustre foi o Flamengo, comandado por Mano Menezes, ex-treinador do time aniversariante e um dos principais responsáveis pela “volta por cima” do Corinthians. Para coroar uma tarde de Pacaembu lotado (maior público do Timão no Brasileirão, mais de 39 mil), goleada por 4 a 0 sobre o time rubro-negro.

Outro que teve lugar de destaque foi Alexandre Pato. Nascido no dia 2 de setembro de 1989, comemora aniversário um dia após o clube que defende. Muito empolgado e inspirado com as coincidências, fez uma de suas melhores partidas desde que regressou ao Brasil e ainda deixou sua marca duas vezes, chegando a 102 gols na carreira.

Pato marcou duas vezes, no dia do aniversário do Timão e na véspera do seu.
(Foto: Divulgação/Site oficial do Sport Club Corinthians Paulista)

O Flamengo, sem Leonardo Moura, jogou com Paulinho na ala direita, mesma escalação que terminou o jogo contra o Cruzeiro (vitória por 1 a 0 e classificação na Copa do Brasil). Mesmo improvisado, o atacante não decepcionou e fez o que podia ter feito. Apoiou bem, e deu bastante trabalho a Fábio Santos, que foi substituído na metade do segundo tempo.

Com a vitória, Corinthians chega a 29 pontos e continua na quinta posição. Pela 18ª rodada, na quarta (4), às 21h50, o Timão viaja até o sul do país para enfrentar o Internacional, que empatou novamente e alcança a incrível marca de cinco empates seguidos.

Já o Flamengo caiu pra 15º colocação e recebe o Vitória no Maracanã, também na quarta, mas às 19h30. Se o time carioca perder e houver uma combinação de resultado, o time de Mano Menezes pode fechar a rodada na zona de rebaixamento.

Quando a bola rolou...

No início do jogo, tudo parecia muito equilibrado. As duas equipes se respeitavam e tentavam chegar ao ataque, mas sem eficiência. O time carioca descendo sempre pela direita, e os paulistas explorando a qualidade de Douglas pelo meio.

Aos 24 minutos, os primeiros fogos da festa. Após belíssima tabela de Romarinho e Douglas, a bola cruzou toda área e Pato, de carrinho, mandou para o fundo das redes.

No minuto seguinte, o Flamengo deu a resposta. Elias saiu cara a cara com Cássio e tentou encobrir. Melhor para o goleiro corintiano. E o jogo continuou equilibrado, com os dois times errando por detalhes na hora do último passe. Até que, aos 34 minutos, Douglas, que viveu grande tarde, acertou um lançamento de craque. O camisa 10 achou Alexandre Pato, que driblou o goleiro e, sem ângulo, caprichou e ampliou a vantagem dos donos da casa. O Rubro-negro sentiu o gol. Melhor para o Corinthians, que colocou o time carioca na roda, para delírio da fiel torcida, que não parou de cantar até o fim do primeiro tempo.

Na segunda parte, nada muito diferente da forma de como acabou a primeira etapa. Mas Mano Menezes tratou de compactar o time flamenguista. Com Elias subindo menos, o time perdeu força ofensiva, e isso dificultou a vida do atacante Marcelo Moreno.

Aos 30 minutos, mais um para o Corinthians. Após cruzamento de Edenílson, Chicão cortou mal e Pato finalizou de primeira; Felipe espalmou e a bola sobrou para Romarinho, que não perdoou e marcou. 

O treinador Tite tirou Alexandre Pato, que saiu aplaudido, e colocou Emerson Sheik, que vive um momento de amor e ódio com a torcida, após o polêmico selinho em um amigo. Flamenguista assumido, o atacante corintiano não aliviou e já nos seus primeiros lances, balançou dentro da área e foi derrubado: pênalti. Paolo Guerreiro bateu com qualidade e fechou a goleada. Corinthians 4 a 0 Flamengo e festa da Fiel.

Ficha do jogo:

Corinthians 4 x 0 Flamengo

CORINTHIANS:
Cássio; Edenílson, Gil, Felipe e Fábio Santos (Alessandro); Ralf, Ibson, Romarinho, Douglas (Maldonado) e Alexandre Pato (Emerson); Guerrero.
Técnico: Tite

FLAMENGO:
Felipe; Paulinho, Chicão, Wallace e João Paulo; Luiz Antônio, Elias (Diego Silva), Rafinha (Nixon), Carlos Eduardo (Gabriel) e André Santos; Marcelo Moreno.
Técnico: Mano Menezes

Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público: 36.543
Renda: R$ 1.398.234
Data: 01/09/2013
Horário: 16h

Gols: Alexandre Pato, aos 25 e aos 34 minutos do primeiro tempo; Romarinho, aos 29, e Guerrero, aos 39 minutos do segundo tempo

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Altemir Hausmann e José Antônio Chaves Franco Filho (ambos do RS)

Cartões Amarelos: Ralf, Felipe e Romarinho (Corinthians); Rafinha e João Paulo (Flamengo)

***

Brasileirão - 17ª rodada:
Sábado (31), às 18h30: 
Grêmio 1x0 Ponte Preta 
21h: 
Domingo (1), às 16h: 
Coritiba 0x0 Internacional 
18h30: 
Cruzeiro 5x3 Vasco


Classificação:
1º - Cruzeiro - 34 pontos (17 jogos)
2º - Grêmio - 31 pontos (17 jogos)
3º - Atlético-PR - 30 pontos e 9 gols de saldo (17 jogos)
4º - Botafogo - 30 pontos e 8 gols de saldo (17 jogos)
5º - Corinthians - 29 pontos (17 jogos)
6º - Coritiba - 25 pontos (17 jogos)
7º - Internacional - 24 pontos (16 jogos)
8º - Bahia - 23 pontos e 6 vitórias (17 jogos)
9º - Goiás - 23 pontos e 5 vitórias (17 jogos)
10º - Vitória - 22 pontos e 6 vitórias (17 jogos)
11º - Santos - 22 pontos e 5 vitórias (15 jogos)
12º - Criciúma - 20 pontos e 6 vitórias (17 jogos)
13º - Atlético-MG - 20 pontos, 5 vitórias e -4 gols de saldo (16 jogos)
14º - Vasco - 20 pontos, 5 vitórias e -6 gols de saldo (17 jogos)
15º - Flamengo - 19 pontos (17 jogos)
16º - Fluminense - 18 pontos (17 jogos)
17º - Portuguesa - 16 pontos (17 jogos)
18º - Ponte Preta - 15 pontos e 4 vitórias (16 jogos)
19º - São Paulo - 15 pontos e 3 vitórias (16 jogos)
20º - Náutico - 8 pontos (15 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário