domingo, 22 de setembro de 2013

Especial Playoffs MLB - Mets vs. Astros, 1986

Na final da Liga Nacional de 1986, o New York Mets levou a melhor sobre o Houston Astros após batalha de dezesseis entradas


De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

22/09/2013 - Com a aproximação dos playoffs da MLB, o Boleiros da Arquibancada irá listar os cinco melhores jogos da história da liga. O quinto lugar fica com o jogo 6 da final da Liga Nacional de 1986, quando o New York Mets venceu o Houston Astros, na casa do adversário, por 7 a 6 em 16 entradas e carimbou o passaporte para World Series.

Mets celebram a vitória na NLCS dentro do Astrodome.
(Foto: Bleacher Report)
Depois de falhar na temporada regular de 84 e 85, os Mets, treinados por Davey Johnson, venceram a divisão da NL Leste com uma campanha de 108-54, 21.5 jogos à frente do segundo lugar, o Philadelphia Phillies. O título de divisão foi o terceiro na história do Mets e o primeiro desde que venceu a Liga Nacional em 73.

Enquanto isso, Houston teve campanha de 96-66 para ficar com o título da NL Oeste, chegando ao topo graças à um no-hitter conquistado por Mike Scott contra o San Francisco Giants, sendo a primeira vez que alguém chegava a um título de divisão graças à um no-hitter. Foi também a primeira vez que Houston, do técnico Hal Lenier, venceu a divisão nas últimas seis temporadas.

O Mets venceu sete dos doze jogos disputados na temporada regular contra o Astros, vencendo cinco dos seis em casa, e perdendo quatro dos seis em Houston, incluindo uma varrida de três jogos em julho, durante o qual Bob Ojeda, Ron Darling, Tim Teufel e Rick Aguilera foram presos por uma briga com policiais que trabalhavam como seguranças. A vantagem de mando de campo, de 1969 a 1993, alternou entre os campeões das divisões, independentemente da campanha. Os Mets eram para ter a vantagem de mando na série, já que os Dodgers (campeões da NL Oeste de 1985) a tiveram no ano anterior, porém, um jogo entre Chicago Bears e Houston Oilers deixou o Astrodome indisponível para o dia 12 de outubro. Consequentemente, os jogos 1, 2, 6 e 7, foram marcados para o Astrodome para evitar conflitos.

Nos dois primeiros jogos, em Houston, a série empatou em 1 a 1, com o mandante vencendo o primeiro, e o visitante o segundo. Em Nova York, a mesma coisa aconteceu, e série ficou empatada em 2 a 2. O jogo 5 também foi em Nova York, e o Mets venceu em 12 entradas e ficou à uma vitória da World Series.

O jogo

Houston abriu 3 a 0 na primeira entrada contra Bob Ojeda, com uma rebatida dupla que impulsionou corrida de Phil Garner, mas duas simples que impulsionaram Glenn Davis e Jose Cruz, dando ao titular do Astros, Bob Knepper, uma vantagem logo cedo. Eles não foram capazes de marcar mais corridas, já que Kevin Bass foi eliminado na terceira base após Alan Ashby tentar um bunt de sacrifício que parou no shortstop, encerrando a entrada.
Confira o strikeout da vitória do Mets

A vantagem perdurou durante a maior parte do jogo, onde Knepper dominava, não permitindo corridas nas oito primeiras entradas. Do outro lado, Ojeda também não permitiu mais nada nas quatro entradas seguintes, e depois Rick Aguilera nas outras três.

O palco para a virada do Mets foi preparado no topo da nona entrada que começou com Lenny Dykstra conseguindo rebatida tripla no leadoff. Mookie Wilson, com uma rebatida simples, diminuiu para 3 a 1, e com um eliminado, Keith Hernández teve uma rebatida dupla que mandou Wilson ao homeplate e encerrou a noite do canhoto Knepper, substituído por Dave Smith, que cedeu walks para Carter e Daryl Strawberry, lotando as bases. Ray Knight se sacrificou, impulsionando Hernández, empatando o jogo antes de Danny Heep sofrer strikeout e encerrar o topo da entrada.

Roger McDowell entrou para arremessar para New York e permitiu apenas uma rebatida durante cinco entradas sem corridas. Do outro lado, os pitchers de Houston, Dave Smith e Larry Andersen mantiveram o Mets sem rebater até o topo da 14ª, onde Carter rebateu simples, Strawberry ganhou um walk, e com um eliminado Wally Backman conseguiu rebatida simples sobre Aurelio López, mandando Hernández para o homeplate, já que Bass não foi capaz de salvar a corrida. Os Mets tinham as bases lotadas, mas Wilson sofreu strikeout.

Os Mets estavam agora a três eliminações de ir para a World Series, mas com um eliminado na parte de baixo da 14ª, Billy Hatcher bateu homerun para o campo esquerdo contra Orosco empatando o jogo em 4 a 4.

Entretanto, no topo da 16ª, Strawberry conseguiu rebatida dupla contra López, seguida por uma simples de Knight onde Strawberry marcou, colocando o Mets na frente de novo. Jeff Calhoun substituiu López e arremessou duas vezes, onde Knight conseguiu marcar e ampliar a vantagem para dois. Dykstra rebateu simples, e Backman, que havia ganho um walk, fez 7 a 4 para o Mets.

Houston começou uma campanha de recuperação impressionante, já com um eliminado, com Davey Lopes ganhando um walk, seguido por uma simples de Doran. Hatcher também conseguiu uma rebatida simples, impulsionando Lopes para fazer 7 a 5, com Denny Walling sendo eliminado logo após. Davis rebateu para o campo central, mas Dykstra não foi capaz de impedir Doran chegar ao homeplate, diminuindo para 7 a 6. Com um corredor em posição de pontuar e empatar, e um corredor na primeira base podendo virar e vencer, Orosco deu um strikeout em Bass, encerrando a partida e mandando os Mets para a World Series contra o Boston Red Sox.

0 comentários :

Postar um comentário