quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Igualdade entre líderes

Palmeiras e Chapecoense ficam no empate e o Verdão paulista leva o simbólico título do primeiro turno na Série B

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

04/09/2013 - Considerada uma decisão do primeiro turno da Série B, pela coincidência em ser o jogo entre as duas melhores equipes do campeonato e na última rodada da primeira parte, Palmeiras e Chapecoense ficaram no 0 a 0, no Estádio Pacaembu, em São Paulo. O Verdão do Palestra Itália pecou demais nas finalizações, o que poderia ter dado ao time uma sorte melhor dentro da partida.

Foto: Aguante Comunicação/Chapecoense

O resultado dá ao time paulista o simbólico título de campeão do primeiro turno da segunda divisão do Brasileirão, terminando com 42 pontos (13 vitórias, três empates e três derrotas). A Chapecoense, que vem surpreendendo positivamente na competição, termina em segundo, com 40 (12 vitórias, quatro empates e três derrotas).

Na próxima rodada, a primeira do returno, o Palmeiras viaja para enfrentar o Atlético-GO, no sábado (7), às 18h15. A Chapecoense recebe o Boa Esporte, que vive um bom momento na Série B, sexta-feira (6), às 21h50.

Palmeiras domina primeiro tempo

O Palmeiras não tinha Valdívia, que desfalcou o time pela convocação para a seleção chilena. Sem seu principal articulador, o técnico Gilson Kleina, que foi hostilizado por parte da torcida que cobrava por vitórias, escolheu Felipe Menezes para jogar no lugar do gringo. Em princípio, o time paulista sentiu a falta de seu melhor jogador, mas as jogadas foram criadas e a equipe mandante levou perigo.

A Chapecoense tinha um esquema de se fechar mais e explorar os contra-ataques, que pouco apareceram, e o goleiro Rodolpho teve que trabalhar em algumas oportunidades. O domínio era palmeirense, mas não refletia em gols.

Rodolpho trabalha e o placar fica zerado

No segundo tempo, o panorama da primeira etapa se repetiu. O Palmeiras atacava, buscava criar chances, mas errava na pontaria. Se a bola não ia para fora, o goleiro da Chapecoense trabalhava para salvar a meta catarinense. Pelos lados do time de Chapecó, apenas uma grande oportunidade. Paulinho Dias fez bom levantamento, a bola desviou na defesa e Fernando Prass trabalhou para não cair a meta palmeirense.

Na reta final da partida, a Chapecoense desistiu de atacar, pois apontava satisfação pelo resultado de empate na casa palmeirense. O Palmeiras partiu para uma pressão que só cessou quando o zagueiro André Luis recebeu bom cruzamento na área, cabeceou, mas a bola parou na trave. O árbitro deu fim ao jogo e o torcedor paulista saiu descontente.

Ficha do jogo:

Palmeiras 0 x 0 Chapecoense

PALMEIRAS:
Fernando Prass; Luis Felipe, Tiago Alves, André Luis e Juninho; Marcio Araújo, Wesley, Felipe Menezes (Serginho) e Mendieta; Ronny (Vinicius) e Alan Kardec.
Técnico: Gilson Kleina

CHAPECOENSE:
Rodolpho; Fabiano, André Paulino, Rafael Lima e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Diego Felipe e Danilinho (Athos); Tiago Luis (Caion) e Soares (Neném).
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 03/09/2013
Público: 9.424 presentes
Renda: R$272.700

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Auxiliares: Marcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Luiz Claudio Regazone (RJ)

Cartões amarelos: Alan Kardec (Palmeiras); Tiago Luis, Danilinho e Rafael Lima (Chapecoense)   
***

19ª rodada - Última do primeiro turno: 
Terça (3): 
Boa Esporte 0x0 Avaí
Oeste 4x1 América-RN
Figueirense 2x1 Bragantino
Joinville 1x1 Ceará
Icasa 0x3 Paraná
Palmeiras 0x0 Chapecoense
ABC 2x1 América-MG
São Caetano 3x0 ASA
Guaratinguetá 2x0 Atlético-GO
Paysandu 2x0 Sport

Classificação:
1º - Palmeiras - 42 pontos 
2º - Chapecoense - 40 pontos 
3º - Paraná - 36 pontos 
4º - Sport - 31 pontos e 10 pontos 
5º - Joinville - 31 pontos e 9 vitórias
6º - Boa Esporte - 31 pontos e 8 vitórias
7º - Avaí - 30 pontos
8º - Figueirense - 29 pontos
9º - Icasa - 28 pontos
10º - América-MG - 27 pontos
11º - Bragantino - 26 pontos
12º - Ceará - 23 pontos
13º - ASA - 22 pontos e 7 vitórias
14º - Oeste - 22 pontos e 6 vitórias
15º - Guaratinguetá - 21 pontos
16º - Atlético-GO - 20 pontos
17º - São Caetano - 19 pontos e -1 gol de saldo 
18º - Paysandu - 19 pontos e -7 gols de saldo 
19º - América-RN - 18 pontos 
20º - ABC - 14 pontos

0 comentários :

Postar um comentário