sábado, 28 de setembro de 2013

A Macaca e a zebra

Em jogo pouco movimentado, Ponte faz gol "solitário" e vence Botafogo no Maracanã. Time carioca pode ver Cruzeiro ainda mais distante

De Belo Horizonte.
Por Rodolpho Victor.

28/09/2013 - Em noite pouco inspirada do armador Seedorf e seus companheiros, o Botafogo tentou de todas as formas possíveis passar pela barreira da Ponte Preta, que de uma forma bastante inteligente, segurou o jogo e ficou apenas nos contra-ataques. O alvinegro de Campinas encontrou um pênalti e venceu por 1 a 0, em jogo válido pela 24ª rodada do Brasileirão, para continuar na luta pela permanência na Série A do ano que vem. Já o Botafogo perdeu a terceira seguida e vê o Cruzeiro se distanciando cada vez mais na liderança. A Raposa joga amanhã contra o Inter, fora de casa, e pode abrir 11 pontos de vantagem.

Elias marcou o único gol do jogo.
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Divulgação Botafogo)

Com esse resultado, a Ponte Preta se mantém na vice lanterna, ficando a cinco pontos do primeiro clube fora do Z-4, o Flamengo, que possui 27 pontos. A Macaca tem 22 pontos em 23 jogos. No lado oposto da tabela, o Botafogo segue caindo. O clube conquistou seis pontos nos últimos 15 disputados, tem 42 em 24 partidas, oito a menos que a Raposa, que tem um jogo a menos.

O próximo desafio dos cariocas será nada mais nada menos que o Fluminense, seu rival de longa data. A partida será no Maracanã, às 21h da próxima quarta-feira (2). A Ponte Preta receberá o Náutico no Moisés Lucarelli, às 19h30 da terça-feira (1).

Jogo

O Botafogo, precisando da vitória para colar no líder Cruzeiro, foi para o abafa no início da partida. A Ponte Preta marcava — com nove homens atrás da linha do meio-campo e apostava nos erros do Fogão para sair em contra-ataque.

Seedorf aproveitou o esquema defensivo da Macaca para colar em Rafael Marques, mas estava difícil passar pela barreira construída pela Ponte. Sempre com Rildo, a Ponte jogava pelo lado esquerdo, em cima do Lima, o que tornava as coisas mais fáceis.

Nesse jogo de um péssimo ataque do Botafogo, contra a defesa da Ponte, Adaílton roubou a bola e lançou para Arthur, que sofreu pênalti de Lima. Elias bateu forte e a bola passou por baixo do goleiro Jefferson, antes de morrer no fundo do gol.

As equipes voltaram com as mesmas escalações e formações táticas para a segunda etapa. O Botafogo pressionava na maior parte do tempo, sem perigo algum para a defesa da Ponte Preta.

Henrique chegou bem aos 24 minutos para o Fogão; o goleiro Roberto saltou para defender. Enquanto Jorginho fechava a Ponte, Oswaldo colocava o time para cima. Seedorf não se encontrava em campo e foi substituído por Henrique, algo raro para o holandês. O Botafogo ainda tentou pressionar no final da segunda etapa, e nem os quatro minutos de acréscimo foram suficientes para o clube carioca seguir com a sequência de três jogos sem vitória.

Ficha do jogo:

Botafogo 0x1 Ponte Preta

BOTAFOGO:
Jefferson; Edilson, Bolivar, Dória e Lima; Marcelo Mattos (Alex), Gabriel, Seedorf (Henrique), Lodeiro e Hyuri (Octávio); Rafael Marques.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PONTE PRETA:
Roberto; Artur, Diego Sacoman, Ferron e Uendel; Baraka, Fellipe Bastos, Alef (Magal) e Elias; Rildo e Adaílton (Adrianinho).
Técnico: Jorginho

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28/09/2013
Horário: 21h

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL) 
Auxiliares: Fabio Pereira e Luiz Carlos Silva Teixeira

Gol: Elias, aos 42 minutos do primeiro tempo

Cartões amarelos: Hyuri (BOT); Édson Bastos, Elias e Artur (PON)

***

24ª rodada: 
Sábado (28), às 18h30: 
Goiás 1x2 Fluminense
Náutico 3x0 Coritiba
21h: 
Botafogo 0x1 Ponte Preta
Domingo (29), às 16h: 
São Paulo x Grêmio
Bahia x Vasco
Portuguesa x Corinthians
Flamengo x Criciúma
18h30: 
Internacional x Cruzeiro
Atlético-MG x Santos
Atlético-PR x Vitória

Classificação:
1º - Cruzeiro - 50 pontos (23 jogos)
2º - Botafogo - 42 pontos (24 jogos)
3º - Atlético-PR - 41 pontos (23 jogos)
4º - Grêmio - 39 pontos (23 jogos)
5º - Internacional - 34 pontos (23 jogos)
6º - Fluminense - 33 pontos e 9 vitórias (24 jogos)
7º - Santos - 33 pontos, 8 vitórias e 6 gols de saldo (23 jogos)
8º - Goiás - 33 pontos, 8 vitórias e -3 gols de saldo (24 jogos)
9º - Atlético-MG - 32 pontos (23 jogos)
10º - Vitória - 31 pontos, 8 vitórias e -2 gols de saldo (23 jogos)
11º - Bahia - 31 pontos, 8 vitórias e 3- gols de saldo (23 jogos)
12º - Corinthians - 31 pontos, 7 vitórias e 7 gols de saldo (23 jogos)
13º - Coritiba - 31 pontos, 7 vitórias e -3 gols de saldo (24 jogos)
14º - Portuguesa - 28 pontos (23 jogos)
15º - São Paulo - 27 pontos e 7 vitórias (23 jogos)
16º - Flamengo - 27 pontos e 6 vitórias (23 jogos)
17º - Criciúma - 25 pontos (24 jogos)
18º - Vasco - 24 pontos (23 jogos)
19º - Ponte Preta - 22 pontos (23 jogos)
20º - Náutico - 14 pontos (24 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário