quarta-feira, 28 de agosto de 2013

São Vanderlei

Vanderlei defende três pênaltis contra o Vitória e classifica o Coritiba para as oitavas da Copa Sul-Americana

De Aracaju.
Por Victor França.

28/08/2013 - Jogando no Couto Pereira, o Coritiba eliminou o Vitória nesta terça-feira (27). A decisão só veio nas penalidades máximas, vencidas por 4 a 3 pelo time paranaense, que se classificou para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. No tempo normal, o Coxa conseguiu contornar a ausência de alguns jogadores e venceu o time baiano por 1 a 0, devolvendo o placar da primeira partida, no Barradão. Na disputa por pênaltis, os goleiros brilharam. Vanderlei defendeu três cobranças, e Wilson, do Vitória, pegou duas.

Agora, o Coritiba espera o vencedor do confronto entre Itagui, da Colômbia, e River Plate, do Uruguai. No jogo de ida, o Itagui venceu por 1 a 0.

No outro duelo brasileiro da noite, Ponte Preta e Criciúma empataram em 0 a 0, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Como a Macaca havia vencido na ida por 2 a 1, em Santa Catarina, avançou para as oitavas e aguarda o vencedor do duelo entre Colo Colo e Pasto.

Vanderlei, o herói da noite.
(Foto: Divulgação/www.coritiba.com.br)

O jogo começou bem amarrado, com os dois times se estudando e se expondo pouco ao ataque. Aos poucos, o Vitória foi crescendo na etapa inicial e passou a frequentar com mais perigo a área adversária. Aos 25, Renato Cajá cobrou falta e Vanderlei espalmou para escanteio. Após a cobrança, o lateral Euller pegou rebatida da zaga e exigiu nova defesa de Vanderlei.

Anulado na maior parte do primeiro tempo, o Coxa, que já ouvia a impaciência das arquibancadas, teve sua única chance clara de gol aos 44 minutos. Bill girou sobre a marcação e chutou forte. A bola passou muito perto do gol de Wilson.

Se o sistema defensivo do Vitória foi eficiente no primeiro tempo, o mesmo não se pode dizer de depois do intervalo. Logo com dois minutos, Bill aproveitou vacilo de Fabrício e chutou cruzado da direita. Wilson defendeu, mas no rebote, Júlio César empurrou para o fundo do gol. O gol fez o Coritiba sair para o ataque, deixando o jogo mais aberto. Aos 10, Victor Ferraz foi até a linha de fundo e rolou para trás. Júlio César soltou a bomba, Wilson desviou e a bola explodiu no travessão. 

O Leão passou a explorar os contra-ataques para tentar o gol da classificação, mas não teve êxito. Da mesma maneira que o Coxa, que até teve chances claras de chegar ao segundo gol, mas pecou nas finalizações, deixando a decisão para os pênaltis.

Nas quatro primeiras cobranças, 100% de aproveitamento. Fabrício e Luis Alberto fizeram para o Vitória, enquanto Vitor Júnior e Bill anotaram para o Coxa. O terceiro cobrador do Leão foi Maxi Biancucchi, que bateu no canto esquerdo de Vanderlei e viu o goleiro defender. Tudo seguiu empatado porque Arthur também parou em Wilson. Vanderlei defendeu seu segundo pênalti no chute de Pedro Oldoni, e Wilson não ficou atrás ao parar Victor Ferraz. Completando a série de inicial, Marquinhos e Júlio César não desperdiçaram. Nas alternadas, Vanderlei pegou seu terceiro pênalti e Gil chutou forte no meio para classificar o Coxa.


Ficha do jogo:

Coritiba x Vitória

CORITIBA:
Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Diogo Goiano; Júnior Urso, Gil e Vitor Júnior; Júlio César, Bill e Geraldo (Arthur).
Técnico: Marquinhos Santos

VITÓRIA: 
Wilson; Dimas, Victor Ramos, Fabrício e Euller; Elizeu, Luís Alberto, Felipe Lima (Marquinhos) e Renato Cajá (Vander); Maxi Biancucchi e Dinei (Pedro Oldoni).
Técnico: Caio Júnior

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 28/07/2013
Horário: 21h45

Gol: Coritiba: Júlio César, aos dois minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos: Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico, Diogo Goiano e Júnior Urso (Coritiba); Victor Ramos e Fabrício (Vitória)


0 comentários :

Postar um comentário