domingo, 25 de agosto de 2013

Para engrenar novamente

Na Fonte Nova, Bahia joga bem contra o Náutico e volta a vencer no Brasileirão

De Aracaju.
Por Victor França.

25/08/2013 - Há quatro jogos sem vencer, o Bahia entrou pressionado na Fonte Nova neste domingo. Porém, com uma boa atuação, o Tricolor baiano bateu o Náutico por 2 a 0, e fez seu torcedor voltar a sorrir no Campeonato Brasileiro. Quem não tem nenhum motivo para ficar alegre é a torcida do Timbu, já que o time permanece na lanterna da competição, com apenas oito pontos ganhos em 14 jogos. O Bahia ocupa a sétima posição, com 23 pontos.

O Bahia volta a jogar pelo Brasileirão no próximo domingo (1º), quando enfrenta a Portuguesa, às 18h30, no Canindé. No sábado (31), o Náutico recebe o Atlético-PR, também às 18h30, na Arena Pernambuco.

Foto: Divulgação/www.esporteclubebahia.com.br

O confronto nordestino começou morno, com as duas equipes errando muitos passes e sem muito poder de criação no meio de campo. Ainda assim, o Bahia era um pouco melhor e levava certo perigo ao gol pernambucano. Aos 18 minutos, Fernando brigou pela bola e rolou para Wallyson. Livre, o meia desperdiçou a oportunidade mandando longe do gol.

Pouco tempo depois, em novo lance de perigo tricolor, Marquinhos Gabriel bateu colocado, com perigo ao gol de Ricardo Berna. O Náutico, que ainda não havia finalizado, teve gol anulado aos 44 minutos. Auremir cruzou para Tiago Real, impedido, cabecear para a rede.

O Tricolor baiano continuou melhor após o intervalo, e aos 11 minutos, abriu o placar na Fonte Nova. Hélder recebeu passe de Raul, e com um lindo chute, acertou o ângulo esquerdo de Ricardo Berna. Golaço. Atrás no marcador, o técnico Jorginho tentou algumas alternativas para resolver o problema da falta de criatividade do time. Assim, promoveu as entradas de Maikon Leite e Jonatas Belusso, nos lugares de Derley e Oliveira. 

O Timbu melhorou, e chegaria ao empate com Leandro Amaro, não fosse boa intervenção de Marcelo Lomba. O Bahia, por outro lado, quando teve a chance de matar o jogo, não desperdiçou. Após contra-ataque bem articulado, Hélder cruzou na medida para Fernandão cabecear de leve para o gol, aos 31. A bola ainda bateu no pé da trave antes de entrar.

Ficha do jogo:

Bahia x Náutico

BAHIA:
Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Demerson e Raul; Rafael Miranda, Hélder, Fahel, Marquinhos Gabriel (Feijão) e Wallyson; Fernandão (Obina).
Técnico: Cristóvão Borges

NÁUTICO: 
Ricardo Berna; Auremir, João Filipe, Leandro Amaro e Bruno Collaço (Diego Morales); Elicarlos, Derley (Maikon Leite), Martinez e Tiago Real; Jones Carioca e Oliveira (Jonatas Belusso).
Técnico: Jorginho

Local: Fonte Nova, Salvador (BA) 
Data: 25/08/2013
Horário: 16h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Broney Machado (PB)

Gols: Bahia: Hélder, aos 11, e Fernandão, aos 31 minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos: Lucas Fonseca, Demerson e Fahel (Bahia); Bruno Collaço e Martinez (Náutico)


***


16ª rodada: 
Sábado (24), às 18h30: 
Ponte Preta 0x2 Cruzeiro
21h: 
Domingo (25), às 16h: 
18h30: 
Atlético-PR 2x0 Botafogo

Classificação:
1º - Cruzeiro - 31 pontos (16 jogos) 
2º - Botafogo - 29 pontos (16 jogos)
3º - Grêmio - 28 pontos (16 jogos) 
4º - Atlético-PR - 27 pontos (16 jogos)
5º - Corinthians - 26 pontos (16 jogos)
6º - Coritiba - 24 pontos (16 jogos)
7º - Bahia - 23 pontos e 6 vitórias (16 jogos)
8º - Internacional - 23 pontos e 5 vitórias (15 jogos)
9º - Vitória - 22 pontos e 6 vitórias (16 jogos)
10º - Goiás - 22 pontos e 5 vitórias (16 jogos)
11º - Vasco - 20 pontos (16 jogos)
12º - Atlético-MG - 19 pontos e 5 vitórias (15 jogos)
13º - Santos - 19 pontos, 4 vitórias e 4 gols de saldo (14 jogos)
14º - Flamengo - 19 pontos, 4 vitórias e 0 gol de saldo (16 jogos)
15º - Fluminense - 18 pontos (16 jogos)
16º - Criciúma - 17 pontos (16 jogos)
17º - Ponte Preta - 15 pontos (15 jogos)
18º - São Paulo - 14 pontos (15 jogos) 
19º - Portuguesa - 13 pontos (16 jogos)
20º - Náutico - 8 pontos (14 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário