segunda-feira, 26 de agosto de 2013

O retorno de um gigante

Sem jogar desde 5 de maio nas grandes ligas, Roy Halladay retorna à rotação titular dos Phillies, arremessa um quality start e sai com a vitória no duelo


De Mariana (MG).
Por Marcelo Camêlo.

26/08/2013 - Neste domingo (25), o mundo veria a volta de Roy Halladay ao montinho da Major League Baseball. O pitcher retornou a arremessar na partida de ontem, entre Phillies e Diamondbacks, onde a sua equipe venceu, em casa, por 9 a 5. Halladay não arremessava nas grandes ligas desde 5 de maio, quando arremessou 2,1 entradas contra os Marlins e mais tarde foi colocado na lista dos lesionados e passou por uma cirurgia no ombro. Seu péssimo início de temporada, a pior de toda a sua carreira, também foi um dos porquês dessa longa pausa.

Halladay decreta retorno às grandes ligas com ótima atuação.
(Foto: AP)

Atleta consagrado, oito vezes no All-Star Game, duas vezes vencedor do prêmio de Cy Young (2003 – 2010), já lançou jogo perfeito e no-hitter numa mesma temporada (o segundo, sendo em uma pós-temporda, algo que aconteceu apenas uma vez em 1956 com Don Larsen), Halladay sempre foi dominante no montinho. Acredite, esse cidadão já teve uma temporada de mais de 250 entradas arremessadas, cedendo apenas 30 bases em bolas e distribuindo 219 strikeouts.

Na partida de ontem, Halladay arremessou seis entradas e cedeu apenas duas corridas. Foi o primeiro quality start dele desde o dia 24 de abril, quando arremessou contra os Pirates e cedeu apenas uma corrida. A volta do Doc era esperada por muitos e o ataque respondeu enquanto ele estava no montinho. As nove corridas, que deram boa vantagem para o arremessador trabalhar, foram anotadas nas seis entradas que ele atuou. A vitória veio (a terceira no ano) e num duelo contra a ótima equipe de Arizona, que segue tentando uma vaga no Wild Card dos playoffs.

Mayberry (centro) comemora seu home run de duas corridas com Halladay (dir.)
(Foto: AP)

As duas corridas cedidas pelo pitcher de Philadelphia vieram nas duas primeiras. Duas rebatidas de sacrifício. Nas quatro entradas restantes, Halladay conseguiu combinar mais arremessos diferentes e muitos contatos ruins, resultando em eliminações tranquilas para a defesa. Sua combinação de cutter e sinker (dois arremessos rápidos, mas com movimento), que já chegou a passar a casa das 90mph, neste domingo ficou na casa de 85-89mph, porém, ainda bastante eficiente.

Roy Halladay já tem 36 anos, mas sabe-se que a idade um pitcher tem vida longa nas grandes ligas, se manter a eficiência. Tim Hudson tem 38 anos e arremessou bons jogos para os Braves nesta temporada, até se machucar. Bartolo Colón tem 40 anos e é o ace da temporada dos Athletics. A única coisa que o Doc precisa pra continuar arremessando na MLB é trabalhar a localização do seu arremesso. O que já começou bem, pelo que nos mostrou ontem.

Resultados do domingo na MLB:
(57-72) Minnesota Twins 1 @ 3 Cleveland Indians (71-59)
(61-71) Colorado Rockies 4 @ 3 Miami Marlins (49-80)
(77-53) Detroit Tigers 11 @ 3 New York Mets (58-70)
(57-73) Milwaukee Brewers 3 @ 1 Cincinnati Reds (74-57)
(72-57) Oakland Athletics 3 @ 10 Baltimore Orioles (70-59)
(69-61) New York Yankees 3 @ 2 Tampa Bay Rays (74-54)
(75-55) Texas Rangers 2 @ 5 Chicago White Sox (54-75)
(58-73) Toronto Blue Jays 2 @ 1 Houston Astros (43-86)
(65-65) Washington Nationals 4 @ 6 Kansas City Royals (65-64)
(78-52) Atlanta Braves 5 @ 2 Saint Louis Cardinals (76-54)
(76-54) Pittsburgh Pirates 0 @ 4 San Francisco Giants (58-72)
(55-75) Chicago Cubs 2 @ 3 San Diego Padres (59-71)
(58-71) Los Angeles Angels 7 @ 1 Seattle Mariners (59-70)
(77-55) Boston Red Sox 8 @ 1 Los Angeles Dodgers (76-54)

0 comentários :

Postar um comentário