quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Nada de reviravolta

Botafogo segura Atlético, consegue empate no Independência e elimina time mineiro da Copa do Brasil

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

28/08/2013 - Revivendo o velho dilema da Libertadores, o Atlético-MG precisava vencer o Botafogo por dois ou mais gols de diferença para se classificar para as quartas de final da Copa do Brasil, já que o primeiro jogo, no Maracanã. terminou em 4 a 2 para a equipe carioca. Como o time mineiro conseguiu reverter igual desvantagem em outras ocasiões, os jogadores e a torcida estavam acreditando. O apoio vindo da arquibancada não foi o suficiente para garantir a vitória nas oitavas nesta noite no Estádio Independência. O Galo criou muitas oportunidades, porém, o Glorioso suportou a pressão e arrancou o empate por 2 a 2, resultado que o colocou na próxima etapa da competição.

Ainda no primeiro tempo, o ofensivo Atlético abriu 1 a 0, com Marcos Rocha, após excelente jogada de Fernandinho. O Fogão empatou na etapa complementar, com Rafael Marques. Depois, Fernandinho apareceu novamente, desta vez para marcar e recolocar o Galo em vantagem. Mas Dória, após bola levantada na área, marcou e empatou a partida mais uma vez, resultado que colocou o Fogão nas quartas de final, onde irá se encontrar com o Flamengo, responsável por eliminar o Cruzeiro.

Foto: Washington Alves/VIPCOMM

O jogo

Cuca escalou o Atlético com postura muito ofensiva. Além dos próprios defensores, Pierre foi o único jogador de marcação. Depois dele, só meias e atacantes: Luan, Fernandinho, Tardelli, Ronaldinho e Jô. O Atlético dominou o primeiro tempo. Desde o princípio da partida, a equipe mineira tomou iniciativa e foi em busca do gol. Aos 15 minutos, Jô perdeu uma chance incrível. Ronaldinho Gaúcho viu o atacante livre na grande área e tocou para ele que dominou bem, mas na hora de chutar, pegou muito mal e mandou por cima do gol de Jefferson. Um minuto depois, R10, sozinho, cabeceou em cima do goleiro do Botafogo.

Com o domínio do meio de campo, o Galo trabalhava a bola com tranqüilidade. Até que, aos 37 minutos, Fernandinho avançou pelo lado esquerdo e cruzou. A bola percorreu toda a área e encontrou Marcos Rocha, que só empurrou para o gol e inaugurou o marcador.

O Glorioso voltou para o segundo tempo melhor e, já aos cinco minutos, Júlio César saiu bem da marcação e cruzou para a área. Depois de uma confusão na pequena área, Rafael Marques empatou a partida. O Galo sentiu o gol, mas nem por isso desistiu. Aos nove minutos, Fernandinho ficou cara a cara com Jefferson. O goleiro espalmou e a bola ainda bateu no travessão. Dois minutos depois, Marcos Rocha roubou bola de Seedorf no meio-campo e rolou para Tardelli. O atacante disparou em velocidade, ganhou da zaga e rolou para Fernandinho colocar o Atlético novamente na frente.

A situação do atual campeão da Libertadores ficou complicada a partir dos 16 minutos, quando o Botafogo igualou novamente o placar. Em uma falta despretensiosa, Seedorf mandou para o bolo de jogadores na área. A bola sobrou para Dória, que insistiu na jogada e marcou o seu gol.

A torcida continuou apoiando o time e gritando “Eu acredito”. Em campo, os jogadores atleticanos passaram a ir mais para o ataque. Porém, a necessidade de fazer dois gols para levar a disputa para os pênaltis fez com que as jogadas fossem executadas de forma desordenada.

Aos 25 minutos, no primeiro lance de Guilherme no jogo, o atacante deixou Jô na cara do gol. O centroavante não bateu tão bem, facilitando a defesa de Jefferson. Tardelli ainda tentou uma bomba de longe, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Não deu pro Galo. Fogão nas quartas.

Ficha do jogo:

Atlético-MG 2 x 2 Botafogo

ATLÉTICO-MG:
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César (Guilherme); Pierre, Luan (Michel), Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli e Fernandinho (Neto Berola); Jô.
Técnico: Cuca

BOTAFOGO:
Jefferson; Edilson, Bolívar, Dória e Júlio César; Gabriel, Lucas Zen, Lodeiro, Seedorf (Renato) e Rafael Marques (Sassá); Alex (Henrique).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 28/08/2013
Horário: 19h30

Gols: Marcos Rocha, aos 37 minutos do primeiro tempo, e Fernandinho, aos 11 minutos do segundo tempo (Atlético-MG); Rafael Marques, aos cinco minutos do segundo tempo, e Dória, aos 16 minutos do segundo tempo (Botafogo)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabio Pereira (TO)

Cartões amarelos: Jô e Fernandinho (Atlético-MG); Edílson, Bolivar, Jeferson, Lodeiro, Alex e Henrique (Botafogo)

***

Copa do Brasil - Oitavas de final: 
Resultados desta quarta-feira: 
Atlético-MG 2x2 Botafogo (4x6 no agregado - Botafogo classificado)
Goiás 2x0 Fluminense (2x1 no agregado - Goiás classificado)
Grêmio 2x0 Santos (2x1 no agregado - Grêmio classificado)
Corinthians 2x0 Luverdense (2x1 no agregado - Corinthians classificado)
Atlético-PR 3x0 Palmeiras (3x1 no agregado - Atlético classificado)
Flamengo 1x0 Cruzeiro (2x2 no agregado - Fla classificado pelo gol fora)
Quinta (29), às 21h50:
Vasco x Nacional-AM (2x0 na ida)
Salgueiro x Internacional (0x3 na ida)

Nas quartas...
Corinthians x Grêmio
Internacional ou Salgueiro x Atlético-PR
Goiás x Nacional ou Vasco
Botafogo x Flamengo

0 comentários :

Postar um comentário