quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Gigante

Após derrota no tempo normal, Magrão brilha nas penalidades e Sport elimina Náutico na Sul-Americana

De Aracaju.
Por Victor França.

29/08/2013 - Jogando na Arena Pernambuco, o Náutico dominou o Sport do início ao fim, fez dois gols com Elicarlos e Oliveira, e devolveu o placar do jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O 2 a 0 levou a decisão da vaga para os pênaltis, e foi aí que o gigante Magrão fez a diferença. O goleiro, que é um dos maiores ídolos da torcida do Leão, defendeu as cobranças de Oliveira, Tiago Real e Rogério, classificando o Sport para as oitavas de final da competição continental.

Na próxima fase, o adversário do Sport será Libertad, do Paraguai, que eliminou o Mineros Guayana, da Venezuela.

Magrão, o herói da noite.
(Foto: Wagner Damásio/Divulgação/Site oficial do Sport Recife)

Precisando reverter a vantagem rubro-negra construída na Ilha do Retiro, o Náutico começou o jogo exercendo muita pressão no rival, na tentativa de fazer o gol o quanto antes. Porém, os homens de frente do Timbu encontravam um obstáculo difícil de ser superado do outro lado: o goleiro Magrão. Aos 17, Rogério bateu forte de fora da área e Magrão teve que se esticar para defender.

Em outra descida dos donos da casa, Morales cruzou, e Bruno Collaço cabeceou exigindo nova intervenção de Magrão. Com o seu goleiro como protagonista, o Sport teve um de seus únicos lances de perigo aos 38 minutos. Camilo recebeu lançamento de Roger e chutou a bola no ângulo. Ricardo Berna foi buscar. E já no final da etapa inicial, o Náutico teve sua insistência recompensada com gol. Morales cobrou falta na área, e Elicarlos desviou para o canto esquerdo de Magrão, que nada pôde fazer.

O Náutico continuou pressionando na volta do intervalo, e novamente após perder mais algumas oportunidades, voltou a marcar. Tiago Real ajeitou de cabeça para Oliveira, que da entrada da área, acertou o ângulo adversário. Golaço. Com a igualdade no placar agregado, o Timbu não mudou sua postura e continuou atacando para chegar ao gol da classificação. Aos 39, Oliveira cabeceou por cima com muito perigo. Três minutos depois, Martinez arriscou de longe e bola passou perto, desperdiçando a última chance que evitaria a disputa por pênaltis.

Nas penalidades, brilhou novamente a estrela de Magrão. Apenas Jonatas Belusso foi eficiente pelo Náutico. Isso porque Magrão pegou as cobranças de Oliveira, Tiago Real e Rogério. Pelo Sport, Felipe Azevedo, Marcelo Cordeiro e Patric acertaram na pontaria. 3 a 1 e classificação para para as oitavas da Sul-Americana.

Bahia 0 x 0 Portuguesa

Com muito menos emoção, Portuguesa e Bahia duelaram na Fonte Nova, e acabaram empatando em 0 a 0. O Bahia acabou se classificando porque no jogo de ida, no Canindé, tinha vencido a Lusa por 2 a 1. O adversário do Bahia na próxima fase será o Nacional de Medellín, da Colômbia, que eliminou o Guarani-PAR.

Outros brasileiros já garantidos nas oitavas da Sul-Americana são Coritiba e Ponte Preta. Na terça-feira (27), o Coxa fez 1 a 0 no Vitória, devolvendo o placar do primeiro jogo, e venceu nas penalidades por 4 a 3. Já a Ponte segurou o 0 a 0 em casa com o Criciúma e, como havia vencido na ida por 2 a 1, ficou com a vaga. O Coritiba vai encarar o Itaguí e a Ponte jogará contra o Deportivo Pasto.


Ficha do jogo:

Náutico (1) 2x0 (3) Sport

NÁUTICO:
Ricardo Berna; Olziel (Derley), João Filipe (William Alves), Leandro Amaro e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Tiago Real e Diego Morales; Rogério e Oliveira.
Técnico: Jorginho

SPORT:
Magrão; Patric, Tobi, Gabriel Santos e Pery; Anderson Pedra, Rithely, Camilo e Lucas Lima; Felipe Azevedo e Roger.
Técnico: Marcelo Martellote

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 28/08/2013
Horário: 21h50

Gols: Náutico: Elicarlos, aos 47 minutos do primeiro tempo, e Oliveira, aos 17 minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos: Leandro Amaro (Náutico); Patric, Tobi e Pery (Sport)
Cartão Vermelho: Pery (Sport)

0 comentários :

Postar um comentário