sábado, 31 de agosto de 2013

Avassaladora

Lusa marca três vezes em seis minutos, se vinga do Bahia no Canindé, mas segue no Z-4

De Aracaju.
Por Victor França.

31/08/2013 - Depois de ser eliminado na Copa Sul-Americana pelo Bahia na quarta-feira (28), a Lusa resolveu dar o troco hoje no Canindé. Jogando com muita vontade, e contando com a falta de ação de um apático Bahia, a Portuguesa bateu o rival por 4 a 2, em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, construído em apenas seis minutos, quando abriu 3 a 0, a Lusa pulou temporariamente para a 17ª posição do Brasileirão, com 16 pontos e apenas três vitórias. O Bahia está em sétimo, com 23 pontos.

Na próxima quarta (4), a Portuguesa tem confronto direto na luta contra o rebaixamento, diante da Ponte Preta, às 21h, no Canindé. No mesmo dia, só que às 21h50, o Bahia encara o Cruzeiro na Fonte Nova.



A Lusa começou o jogo de forma avassaladora, e em seis minutos, marcou três gols. Logo na primeira descida para o ataque, escanteio para os donos da casa. Na cobrança, Moisés Moura aproveitou cochilo da zaga e cabeceou para o gol. A torcida ainda comemorava quando o árbitro deu pênalti de Titi em Gilberto. O próprio atacante bateu no canto direito de Lomba e ampliou. O que estava péssimo, piorou para o tricolor no lance seguinte. Rogério cruzou e Gilberto fez o terceiro. Isso com seis minutos de jogo.

Com a situação totalmente desfavorável, Cristóvão Borges tentou corrigir os problemas no Bahia e fez duas alterações ainda no primeiro tempo. Diones e William Barbio entraram nos lugares de Rafael Miranda e Marquinhos Gabriel, respectivamente. Ainda assim, a Portuguesa continuou superior, e só não marcou mais gols antes do intervalo devido às boas defesas de Marcelo Lomba.

O Bahia voltou um pouco mais ligado na etapa final, e diminuiu um pouco o prejuízo aos nove minutos. Ferdinando colocou a mão na bola dentro da área e Heber Roberto Lopes assinalou outro pênalti. Fernandão cobrou com força e marcou. Porém, a Lusa queria afastar qualquer chance de reação do Bahia, e quatro minutos depois, fez mais um. Souza cobrou falta na cabeça de Bergson, que subiu livre para cabecear no ângulo esquerdo de Lomba.

O tricolor baiano ainda acreditava, e aos 27 minutos, Wallyson chutou forte de longe e diminuiu novamente. 4 a 2. Para alívio do torcedor lusitano, o time administrou bem a vantagem nos minutos finais e não correu mais riscos até o final da partida.

Ficha do jogo:

Portuguesa 4x2 Bahia

PORTUGUESA:
Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza (Jean Mota) e Moisés; Gilberto (Bergson) e Diogo (Cañete).
Técnico: Guto ferreira

BAHIA:
Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Rafael Miranda (Diones), Fahel e Hélder; Marquinhos Gabriel (William Barbio), Fernandão e Wallyson.
Técnico: Cristóvão Borges

Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 31/08/2013
Horário: 18h30

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Janette Mara Arcanjo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

Gols: Portuguesa: Moisés Moura, Gilberto (2) e Bergson; Bahia: Fernandão e Wallyson

Cartões Amarelos: Ferdinando (Portuguesa); Raul (Bahia)

***

Brasileirão - 17ª rodada:
Sábado (31), às 18h30: 
Grêmio 1x0 Ponte Preta 
21h: 
Domingo (1), às 16h: 
Botafogo x São Paulo 
Corinthians x Flamengo 
Coritiba x Internacional 
Vitória x Criciúma 
18h30: 
Cruzeiro x Vasco

Classificação:
1º - Cruzeiro - 31 pontos e 19 gols de saldo (16 jogos)
2º - Grêmio - 31 pontos e 8 gols de saldo (17 jogos)
3º - Atlético-PR - 30 pontos (17 jogos)
4º - Botafogo - 29 pontos (16 jogos)
5º - Corinthians - 26 pontos (16 jogos)
6º - Coritiba - 24 pontos (16 jogos)
7º - Bahia - 23 pontos e 6 vitórias (17 jogos)
8º - Internacional - 23 pontos, 5 vitórias e 3 gols de saldo (15 jogos)
9º - Goiás - 23 pontos, 5 vitórias e -4 gols de saldo (17 jogos)
10º - Vitória - 22 pontos e 6 vitórias (16 jogos)
11º - Santos - 22 pontos e 5 vitórias (15 jogos)
12º - Vasco - 20 pontos, -4 gols de saldo e 23 gols pró (16 jogos)
13º - Atlético-MG - 20 pontos, -4 gols de saldo e 15 gols pró (16 jogos)
14º - Flamengo - 19 pontos (16 jogos)
15º - Fluminense - 18 pontos (17 jogos)
16º - Criciúma - 17 pontos (16 jogos)
17º - Portuguesa - 16 pontos (17 jogos)
18º - Ponte Preta - 15 pontos (16 jogos)
19º - São Paulo - 14 pontos (15 jogos)
20º - Náutico - 8 pontos (15 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário